Programa de Aquisição de Alimentos encerra atividades de 2017 em Cianorte

alimentos-site02Os representantes das entidades e os produtores rurais que integram o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) em Cianorte se reuniram, na manhã desta quinta-feira (09), no auditório do Paço Municipal Wilson Ferreira Varella, para realizar uma análise das atividades realizadas durante o ano. Ainiciativa do Governo Federal que colabora com o enfrentamento da fome e da pobreza e fortalece a agricultura familiar,teve início em agosto no município e contou com o apoio da Prefeitura, por meio das secretarias de Agricultura e Assistência Social.

Esta foi a primeira vez que Cianorte integrou o PAA. “A experiência foi ótima, pois além dos resultados já obtidos, ainda a aprimoramos em diversos aspectos. Certamente, para o próximo ano, será ainda melhor”, relatou o secretário de Agricultura, Georges Robert Charron. “O programa foi fantástico,pois gerou uma série de benefícios, tanto aos pequenos produtores, que puderam comercializar os seus produtos, quanto para as entidades que passaram a recebê-los, gratuitamente”, completou a secretária de Assistência Social, Marlene Benalia Bataglia.

Conforme os dados apresentados pelo técnico agrícola da Prefeitura, Emanuel Sordi, que acompanhou de perto a iniciativa, mais de R$ 120 mil foram gerados com a venda dos alimentos para os 31 agricultores cadastrados. As entregas semanais para as dez entidades participantes, em apenas três meses, ultrapassaram os 35 mil kg em produtos, beneficiando as mais de 1.800 pessoas assistidas pelas instituições assistenciais. Entre os artigos mais fornecidos estavam as folhosas, os legumes e as frutas.

“Tudo natural. Isso nos alegra, pois temos a possibilidade de oferecer um cardápio ainda mais saudável e variado para as nossas usuárias”, relatou a coordenadora da Associação da APMI, Sara Rodrigues Heringer, em uma das ocasiões que recebeu os produtos. “Apesar de alguns contratempos que surgiram nesta caminhada e que certamente serão reparados no próximo ano, foi uma experiência muito gratificante para nós produtores”, concluiu a presidente do Conselho de Segurança Alimentar, Sandra Rosa da Silva. (Texto e fotos: ASCOM PMC)

alimentos-site01

Compartilhe: