Produção industrial cresce pelo 11º mês seguido

Pelo 11º mês consecutivo, a produção industrial registrou crescimento no Brasil. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na comparação entre março e igual mês do ano passado houve avanço de 1,3%. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (3).

Um aumento da produção industrial é um termômetro importante para a economia do País. Se a produção cresce, significa que há mais demanda dos consumidores, o que pode incentivar investimentos, contratações e o Produto Interno Bruto (PIB).

A pesquisa mostra, ainda, que houve crescimento da produção em 12 dos 26 ramos, em 44 dos 79 grupos e em 48,0% de 805 produtos. Na avaliação do IBGE, os dois ramos que mais se destacaram no período foram indústrias extrativas  (+3,9%); e perfumaria, sabões, produtos de limpeza e de higiene pessoal (+4,7%).

RESULTADO DO TRIMESTRE

No acumulado do ano até março, a produção industrial do País registra crescimento de 3,1%. Nesse tipo de comparação, o crescimento se mostra mais disseminado: 53,5% dos 805 produtos pesquisados mostraram expansão.

O IBGE explicou que o resultado do primeiro trimestre do ano foi influenciado, principalmente, por veículos automotores, reboques e carrocerias, que registrou crescimento de 20%. Dentro desse grupo, os principais destaques foram automóveis, caminhão-trator para reboques e semirreboques, caminhões e autopeças.

Fonte: Governo do Brasil, com informações do IBGE

Compartilhe: