Prêmios do Nota Paraná são entregues em mutirão de serviços

Duas contribuintes e uma entidade assistencial são as ganhadoras do sorteio deste mês do programa Nota Paraná, criado pelo Governo do Estado para atuar na educação fiscal da população paranaense e aumentar a arrecadação da Receita Estadual. Os cheques aos vencedores foram entregues nesta quinta-feira (21), em Campo Largo, durante o evento Paraná Cidadão, feira de serviços gratuitos promovida pelo governo. Fizeram a entrega o secretário de Estado da Fazenda, Renê Garcia Junior; o prefeito de Campo Largo, Marcelo Puppi, e o vice-prefeito, Maurício Rivabem.

Aline Cristina Farias, moradora de Araucária, ficou com o primeiro prêmio, no valor de R$ 50 mil. O segundo cheque, de R$ 30 mil, foi para a Apae de Foz do Iguaçu e recebido pela diretora da entidade, Aldeísa Marques Gonçalves. Já a médica Melissa Megumi Tomimatsu, de Londrina, ficou com o terceiro prêmio, um cheque de R$ 20 mil. Melissa contou que dois dias antes de ser avisada, havia recebido outro telefonema, quando tentaram lhe passar um trote. E não acreditou também desta vez. Precisou ir até a Delegacia Regional da Receita para confirmar e comemorar.

MUDANÇAS

Todos os meses o Nota Paraná premia 250 mil bilhetes, no valor de R$ 2,84 milhões. Nos meses com datas especiais – maio, junho, agosto, outubro e dezembro, são entregues R$ 3,14 milhões. Desta vez, o sorteio foi feito no dia 11 de novembro, em Maringá, com base na extração da Loteria Federal do dia 9 de novembro.

A partir de março de 2020, no entanto, passam a vigorar várias mudanças adotadas para aprimorar o programa. A principal delas é que a cada mês uma pessoa vai ganhar o prêmio de R$ 1 milhão.

E os sorteios passam a ser dois: um para consumidores, somando prêmios de R$ 2,8 milhões por mês; e outro para entidades assistenciais depositárias de notas fiscais doadas por pessoas que não incluíram seu CPF na nota. Para as entidades, os prêmios somam R$ 2,2 milhões a cada mês.

DEVOLVE O IMPOSTO

O Nota Paraná devolve parte do tributo pago pelo consumidor que pede CPF na nota no comércio de todo o Estado. Até o momento, o programa já devolveu R$ 1,680 bilhão para mais de 23 milhões de CPFs e R$ 162 milhões para 1,4 mil entidades, que atuam na assistência social, saúde, defesa anima, esporte e cultura.

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná

Compartilhe: