Prefeitura começará obras do contorno oeste da UEM

reuniao01

As obras do contorno oeste da Universidade Estadual de Maringá (UEM) já têm data marcada para começar: 15 de dezembro. O prefeito de Maringá, Roberto Pupin, esteve na UEM, na semana passada, quando, em reunião com o reitor Mauro Baesso, oficializou o início dos trabalhos. Pupin estava acompanhado do secretário Leopoldo Fiewski, coordenador do programa Pró-Cidades do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), e do procurador geral do município, Luiz Carlos Manzato. A reunião também contou com a presença do prefeito do câmpus, Carlos Augusto Tamanini, e de engenheiros da UEM.

Após aquela primeira reunião foram mobilizadas duas equipes, uma com representantes da Prefeitura do Câmpus e outra com pessoal técnico da Prefeitura de Maringá. Esse grupo está trabalhando em conjunto para fazer as compatibilizações das interfaces do perímetro da obra e avaliar as questões de mobilidade durante e depois de concluídos os trabalhos. “Também iremos identificar e acompanhar toda a execução das compensações acordadas com o município”, disse Tamanini, explicando que parte do acordo inclui o término do anel viário da UEM. Três reuniões de trabalho já foram realizadas com esse objetivo, a última delas foi na última segunda-feira (1º). E amanhã à tarde está prevista a apresentação das propostas.

Contorno – O contorno oeste da UEM integra o projeto de mobilidade urbana e as obras incluem a drenagem de 3,7 mil metros, pavimentação de 32 mil metros quadrados e a construção de duas pontes. Além da duplicação da Avenida Lauro Werneck, a obra prevê a adequação das ruas Itamar Orlando Soares e Alencar de Oliveira Paiva, assim como a abertura da Rua Cristal e o prolongamento da Avenida Alicio Campolina. A obra conta com recursos do BID e a previsão de término é 20 de fevereiro do próximo ano.

Texto e foto: ASC/UEM

Compartilhe:

Prefeitura começará obras do contorno oeste da UEM

reuniao01

As obras do contorno oeste da Universidade Estadual de Maringá (UEM) já têm data marcada para começar: 15 de dezembro. O prefeito de Maringá, Roberto Pupin, esteve na UEM, na semana passada, quando, em reunião com o reitor Mauro Baesso, oficializou o início dos trabalhos. Pupin estava acompanhado do secretário Leopoldo Fiewski, coordenador do programa Pró-Cidades do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), e do procurador geral do município, Luiz Carlos Manzato. A reunião também contou com a presença do prefeito do câmpus, Carlos Augusto Tamanini, e de engenheiros da UEM.

Após aquela primeira reunião foram mobilizadas duas equipes, uma com representantes da Prefeitura do Câmpus e outra com pessoal técnico da Prefeitura de Maringá. Esse grupo está trabalhando em conjunto para fazer as compatibilizações das interfaces do perímetro da obra e avaliar as questões de mobilidade durante e depois de concluídos os trabalhos. “Também iremos identificar e acompanhar toda a execução das compensações acordadas com o município”, disse Tamanini, explicando que parte do acordo inclui o término do anel viário da UEM. Três reuniões de trabalho já foram realizadas com esse objetivo, a última delas foi na última segunda-feira (1º). E amanhã à tarde está prevista a apresentação das propostas.

Contorno – O contorno oeste da UEM integra o projeto de mobilidade urbana e as obras incluem a drenagem de 3,7 mil metros, pavimentação de 32 mil metros quadrados e a construção de duas pontes. Além da duplicação da Avenida Lauro Werneck, a obra prevê a adequação das ruas Itamar Orlando Soares e Alencar de Oliveira Paiva, assim como a abertura da Rua Cristal e o prolongamento da Avenida Alicio Campolina. A obra conta com recursos do BID e a previsão de término é 20 de fevereiro do próximo ano.

Texto e foto: ASC/UEM

Compartilhe: