Prefeitura apoia a regularização de agroindústria familiar

agroindustria2

Após 20 anos dedicados ao cultivo de mandioca, o pequeno produtor Valdomiro Vieira Almeida, que vive na zona rural do distrito de São Lourenço, celebra transformações positivas em sua propriedade e nos negócios. Isto porque, por meio de um projeto da prefeitura de Cianorte, desenvolvido pela Secretaria de Agricultura, ele obteve assistência técnica gratuita para formalizar sua agroindústria familiar e adquirir o selo de garantia de qualidade para manter o abate de frangos caipiras dentro das exigências da vigilância sanitária.

Para oficializar o início dos trabalhos na sede recentemente construída e a comercialização com o selo do Serviço de Inspeção Municipal para Produtos de Origem Animal, o SIM/POA, autoridades municipais e familiares reuniram-se, na manhã da última sexta-feira (7), para uma inauguração simbólica. Com 68 m², a nova estrutura será responsável por abrigar toda a aparelhagem que envolve a produção das cerca de 100 aves por semana. O novo negócio deverá gerar emprego e renda para Valdomiro e a esposa Priscila.

“Nós iniciamos meio que por acaso este trabalho. Compramos a propriedade e começamos a produzir frangos caipiras para o nosso próprio sustento. Então os amigos e os conhecidos começaram a nos procurar para comprar a carne que produzíamos. Com o aumento da procura, surgiu a ideia de montarmos a agroindústria”, afirma o proprietário. “Agora, com o negócio formalizado, conseguiremos nos dedicar, exclusivamente, a produção da carne de frangos e isto será um grande passo nas nossas vidas. Somos muito gratos a todos que contribuíram para que isto acontecesse”, conclui.

Para montar o negócio, o empreendedor que investiu R$ 80 mil, contou com o apoio técnico da prefeitura em todas as etapas. “Estivemos sempre próximos da montagem por entender que o empreendimento, que contribui no fortalecimento da renda familiar, possibilita que eles deixem a ilegalidade e elaborem produtos com confiabilidade alimentar – inspecionados, garantidos, de qualidade e segurança para o consumidor”, aponta o médico veterinário que acompanhou de perto todo o processo, Rodrigo Panucci. Inicialmente, os frangos caipiras devem ser vendidos a compradores diretos, para depois comporem as prateleiras dos mercados.

No local, o prefeito Claudemir Bongiorno, que conheceu todas as etapas da produção, ao lado da primeira dama, Fátima, enfatizou ser dever do poder público contribuir na realização de sonhos e na melhora da qualidade de vida das pessoas. “Além deste apoio, ainda temos realizado outras ações que contribuem no crescimento do pequeno produtor, como a manutenção das condições de tráfego das estradas rurais e a valorizaçãodo trabalho do homem do campo, criando condições de produção e comercialização, como a feira do produtor e a inclusão das escolas no Programa Compra Direta”, apontou.

“Obrigado a todos os profissionais que contribuíram na criação desta agroindústria. Mais do que um grande sucesso, tenho certeza de que ela irá contribuir na melhora das condições de vida de todos os envolvidos”, apontou o secretário municipal de Agricultura, Georges Robert Charron. Da inauguração, também participaram os demais servidores da secretaria.

Texto e foto: ASC PMC

Compartilhe: