População é convidada a opinar sobre o futuro de Cianorte

audiencia

O cianortense tem em suas mãos o poder de definir as ações que pretende que aconteçam no município nos próximos quatro anos. Através de uma iniciativa inédita, a prefeitura disponibiliza em uma plataforma online uma enquete em que o cidadão pode assinalar as obras públicas que considera prioritárias.

Os tópicos apresentados, que perpassam doze áreas de atuação, estão baseados nas metas e investimentos propostos para o Plano Plurianual – PPA (2018-2021), ainda em elaboração.Para respondê-la, basta acessar o banner disponível na página inicial do site da prefeitura.

Por meio da iniciativa, a assessora municipal de Planejamento, Anamaria Roes, alega que a atual administração pretende aproximar os munícipes do Poder Público e, assim, entender os seus anseios. “O questionário permite que os cidadãos se interem a respeito das diretrizes propostas no PPA para o próximo quadriênio, além de proporcionar transparência em relação aos investimentos”, alega. O incentivo à participação popular durante o processo de elaboração e discussão do Plano é assegurado pela Lei de Responsabilidade Fiscal.

A opção pelo questionário na plataforma online, segundo a assessora, foi motivada pela facilidade de acesso. “O manual para a efetivação do PPA aponta que fica a cargo de cada Prefeitura eleger qual tipo de processo de participação popular irá incorporar. Nós preferimos desse modo, pois ele não restringe a colaboração a um único grupo. Independente da idade, localização geográfica,ou outra situação, todos podem opinar. Isso faz com que a enquete se torne um excelente canal de participação comunitária”, explica.

Ao iniciar o questionário, o cidadão declara seu nome, endereço, bairro e e-mail. Em seguida, assinala em cada uma das áreas de atuação as propostas que considera relevantes. Em média, leva-se de cinco a dez minutos para respondê-lo. A sondagem, que permanece disponível até 15 de julho, é um mecanismo instaurado voluntariamente pela Prefeitura de Cianorte para antecederas discussões que ocorrerão de modo mais aprofundado na Audiência Pública, obrigatória para a efetivação do Plano Plurianual.

Texto e arte: Ascom PMC

Compartilhe: