• folhadecianorte@gmail.com

Fale com a Folha

44 3018-2015


27 de maio de 2017

2:23

Ponta Grossa sediará o Regional Sul de Futebol de 5

Publicado em 18 de maio de 2017

futebol 5

De 19 a 21 de maio, Ponta Grossa sedia a etapa Regional Sul de Futebol de 5, realização da Confederação Brasileira de Desportos de Deficientes Visuais – CBDV, com apoio da Secretaria do Esporte e do Turismo do Paraná e da Prefeitura Municipal de Ponta Grossa. O evento será realizado no Centro Esportivo para Pessoas com Deficiência “Jamal Farjallah Bazzi”.

Para o coordenador do Paradesporto no Paraná e diretor da CBDV, Mário Sérgio Fontes, “a realização da Regional Sul de Futebol de 5 em Ponta Grossa é uma oportunidade para que público local conheça em detalhes a modalidade e amplie o interesse de sua prática nos Campos Gerais”. A etapa reunirá sete equipes do Paraná, Rio Grande do Sul e São Paulo.

“Esta competição demonstra que o paradesporto está ficando cada vez mais forte em diversas regiões do nosso estado. Este é um resultado que foi obtido com nossa política de esporte”, ressaltou o secretário do Esporte e Turismo, deputado licenciado Douglas Fabrício. “Desde que governo Beto Richa criou os Parajaps, nossos Jogos Paradesportivos, podemos observar que vem crescendo a atuação de nossos atletas. Vale dizer que ano passado tivemos uma bela atuação nos Jogos Paralímpicos do Rio de Janeiro, com conquista de medalha e de boas posições”, comentou.

A MODALIDADE – Praticado por atletas cegos, o futebol de 5, ao que tudo indica, surgiu na Espanha, por volta da década de 1920. No Brasil, há indícios de que era praticado durante a década de 1950 por cegos que jogavam com latas. Durante as Olimpíadas das APAEs, em 1978, foi organizado, na cidade de Natal (RN), o primeiro campeonato da modalidade. Em 1984, ocorreu a primeira Copa Brasil, em São Paulo. Posteriormente, a Seleção Brasileira participou de edições da Copa América, conquistando o ouro em 1997, 2001 e 2003. Em 1998, o Brasil foi ainda o campeão do primeiro Mundial, realizado em Paulínia (SP).

A modalidade só entrou para o programa dos Jogos Paralímpicos em Atenas 2004. E o Brasil é, até hoje, o único campeão. O futebol de 5 é disputado em uma quadra que segue as medidas do futsal, com algumas alterações nas regras tradicionais. Os atletas de linha usam vendas nos olhos para evitar qualquer vantagem dos que apresentem percepção luminosa, enquanto o goleiro consegue enxergar normalmente. A partida é composta por dois tempos de 25 minutos cada, com intervalo de 10 minutos. O som dos guizos do interior da bola orienta os jogadores.

A seleção brasileira de futebol de 5 é tetracampeã paralímpica e tetracampeã mundial da modalidade, sem perder nenhum campeonato oficial desde 2007. A última medalha de ouro foi conquistada na Olimpíada Rio 2016, com vitória de 1×0 sobre o Irã na Final.

PIONEIRISMO PARANAENSE – A bola de futebol com guizo para cegos foi desenvolvida no Paraná por Mário Sérgio Fontes e Roberto Canto, funcionário do Departamento Penitenciário do Paraná (Depen/PR), que coordenou o projeto “Pintando a Cidadania”, em São José dos Pinhais. É reconhecida como a primeira oficial para o futebol de cegos pela Federação Internacional de Esportes para Cegos (IBSA – International Blind Sports Federation).

EQUIPES – Disputarão a Etapa Sul uma equipe do Paraná, a AEDV-PR – Associação Esportiva dos Deficientes Visuais do Estado do Paraná; três do Rio Grande do Sul: ACERGS – Associação dos Cegos do Rio Grande do Sul, AGAFUC-RS – Associação Gaúcha de Futsal para Cegos, e ASDEFIPEL-RS – Associação dos Deficientes Físicos de Pelotas; e três equipes de São Paulo: APADV-SP – Associação de Pais e Amigos e Deficientes Visuais, CESEC-SP – Centro de Emancipação Social e Esportivo para Cegos, e INV-SP – Instituto Nova Visão de São Paulo.

O Centro Esportivo para Pessoas com Deficiência “Jamal Farjallah Bazzi” fica na Av. Silva Jardim, 7, no Parque Ambiental de Ponta Grossa. Sete equipes disputarão a etapa.

Texto : Ascom SEET / Foto: Comitê Paraolímpico Brasileiro

"Conteúdo protegido por direitos autorais. Cite crédito ao usar textos e fotos da Folha de Cianorte"

About the author /


Jornalista formado em 2002 pelas Faculdades Maringá, com especialização em Comunicação e Educação. Já foi correspondente regional da Gazeta do Povo, trabalhou no O Diário (de Maringá), rádio CBN Maringá, coordena o projeto cultural Zombilly, entre outros.

Jornal Folha Regional de Cianorte

Endereço: Av. Brasil, 1167, Cianorte - PR.

Telefone: (44) 3018-2015

Email: folhadecianorte@gmail.com

Diretor proprietário

Luiz Antônio Barbosa

Editor de conteúdo

Andye Iore.

Desenvolvido por Web 7 - Soluções digitais