• folhadecianorte@gmail.com

Fale com a Folha

44 3018-2015


21 de novembro de 2017

11:58

Polícia Civil inaugura a Central de Flagrantes

Publicado em 1 de setembro de 2017

flgra

A partir das 19h de hoje (1º de setembro), passará a funcionar a Central de Flagrantes da Capital, 24 horas por dia, sob coordenação do delegado Fábio Machado. A unidade ficará no térreo do 1º Distrito Policial (DP), no Centro de Curitiba e atenderá todas as ocorrências da Polícia Militar, Guarda Municipal e outros órgão de segurança.

“Esta central visa dar mais agilidade nos atendimentos de flagrante, além de ser um local único em Curitiba, onde funcionará com quadro próprio para atender todas as ocorrências de flagrante de todos os órgãos de segurança pública”, falou o delegado-geral da Polícia Civil, Julio Reis, completando que será um grande avanço no atendimento da instituição.

O objetivo da criação desta unidade é, justamente, centralizar todos os autos de prisão em flagrante em um único lugar, de forma que, a partir desta data deixa de existir o Centro Integrado de Atendimento ao Cidadão (Ciac), que funcionava no 1º Distrito Policial (DP) como Ciac Centro e no 8º Distrito Policial como Ciac Sul, e todos os serviços antes realizados lá serão atribuição da nova Central de Flagrantes da Capital.

Já os Distritos Policiais de Curitiba estarão focados nas investigações policiais, além de continuarem confeccionando Boletins de Ocorrência (B.O) durante o expediente. O 2º, 4º, 6º, 9º, 10º, 11º e 13º DPs, que não ficam responsáveis por custódia de presos, também funcionarão no período noturno registrando B.Os.

A central contará com um efetivo próprio composto por seis delegados de polícia, dez escrivães e 20 investigadores, que trabalharão em esquema de plantão, além de outros três investigadores lotados no 1º DP, que darão apoio durante o horário de expediente – das 9h às 18h – para lavratura de B.O. Também haverá o auxílio de dois agentes penitenciários, sendo um 24 horas e outro em horário de expediente.

O idealizador da nova central da Polícia Civil, Francisco Caricatti, acredita que o modelo de funcionamento do Ciac comprometia a eficiência dos servidores dentro do distrito policial. “Entre plantões e folgas eram empenhados quase o triplo de escrivães e o dobro de investigadores, os quais, a partir de agora, estarão à disposição do seu próprio distrito com um maior rendimento”, afirma.

Vale ressaltar que, nesta nova unidade, todas as audiências dos autos de prisão em flagrante serão realizadas por audiovisual. Todos os procedimentos serão concluídos, relatados pela Central de Flagrantes e encaminhados ao Poder Judiciário no prazo de 24 horas.

Para o delegado coordenador da Central de Flagrantes, Fábio Machado, a novidade irá tornar mais eficiente os serviços de polícia judiciária, liberando os distritos policiais para focarem em operação policiais, podendo contar com todo o seu efetivo.

Texto e foto: SESP PR

"Conteúdo protegido por direitos autorais. Cite crédito ao usar textos e fotos da Folha de Cianorte"

About the author /


Jornalista formado em 2002 pelas Faculdades Maringá, com especialização em Comunicação e Educação. Já foi correspondente regional da Gazeta do Povo, trabalhou no O Diário (de Maringá), rádio CBN Maringá, coordena o projeto cultural Zombilly, entre outros.

Jornal Folha Regional de Cianorte

Endereço: Av. Brasil, 1167, Cianorte - PR.

Telefone: (44) 3018-2015

Email: folhadecianorte@gmail.com

Diretor proprietário

Luiz Antônio Barbosa

Editor de conteúdo

Andye Iore.

Desenvolvido por Web 7 - Soluções digitais