Polícia Ambiental prende três por pesca predatória

pesca-maio01Três pescadores amadores foram presos, no início da noite de ontem (20) por uma equipe da Polícia Ambiental do Pelotão de Cianorte, após serem flagrados pescando em local proibido (interior de corredeira) utilizado-se de tarrafas, um apetrecho de uso proibido.

Segundo as informações da Polícia Ambiental, dois dos pescadores são residentes em Doutor Camargo e o outro é morador de Cianorte. Após receberam voz de prisão, o trio foi encaminhado para a delegacia de policia na Cidade de Paissandu onde foram autuados em flagrante delito e permaneceram presos.

A pesca com petrechos de uso profissional é proibida no Rio Ivaí, sendo permitido apenas o uso de linha de mão, caniço simples e vara com molinete ou carretilha. Qualquer outro material irregular como redes, tarrafas, espinhéis, anzóis de galho e galão (cavalinho) que for encontrado pelos policiais no rio ou em suas margens será recolhido sem direito à devolução ou indenização conforme prevê a Portaria 212/2014 do IAP e a pena para quem for flagrado praticando esse crime ambiental é de 1 a 3 anos de detenção e multa conforme Lei Federal 9.605/98.

O rio Ivaí é considerado um berçário de diversas espécies de peixes nativos, daí a importância da sua preservação e, os policiais, além de prevenirem e coibirem os crimes ambientais, também  orientam e tentam conscientizar os freqüentadores dos rios para que não joguem lixo e não acendam fogueiras pois, conforme o artigo 5º da portaria já citada, é responsabilidade de todo o pescador, profissional ou amador, a manutenção, limpeza e conservação do local da pesca.

A população pode contribuir no combate a crimes ambientais bastando fazer a uma denúncia nos fones da 3ª Cia Ambiental, 44-3901-1936(Maringá) 44- 3637-3439 (Pelotão Cianorte) 44-3624-7630(Umuarama) e 44-3584-1175 (Porto Camargo).

Com informações e foto da Polícia Ambiental de Cianorte

Compartilhe:

Polícia Ambiental prende três por pesca predatória

pesca-maio01Três pescadores amadores foram presos, no início da noite de ontem (20) por uma equipe da Polícia Ambiental do Pelotão de Cianorte, após serem flagrados pescando em local proibido (interior de corredeira) utilizado-se de tarrafas, um apetrecho de uso proibido.

Segundo as informações da Polícia Ambiental, dois dos pescadores são residentes em Doutor Camargo e o outro é morador de Cianorte. Após receberam voz de prisão, o trio foi encaminhado para a delegacia de policia na Cidade de Paissandu onde foram autuados em flagrante delito e permaneceram presos.

A pesca com petrechos de uso profissional é proibida no Rio Ivaí, sendo permitido apenas o uso de linha de mão, caniço simples e vara com molinete ou carretilha. Qualquer outro material irregular como redes, tarrafas, espinhéis, anzóis de galho e galão (cavalinho) que for encontrado pelos policiais no rio ou em suas margens será recolhido sem direito à devolução ou indenização conforme prevê a Portaria 212/2014 do IAP e a pena para quem for flagrado praticando esse crime ambiental é de 1 a 3 anos de detenção e multa conforme Lei Federal 9.605/98.

O rio Ivaí é considerado um berçário de diversas espécies de peixes nativos, daí a importância da sua preservação e, os policiais, além de prevenirem e coibirem os crimes ambientais, também  orientam e tentam conscientizar os freqüentadores dos rios para que não joguem lixo e não acendam fogueiras pois, conforme o artigo 5º da portaria já citada, é responsabilidade de todo o pescador, profissional ou amador, a manutenção, limpeza e conservação do local da pesca.

A população pode contribuir no combate a crimes ambientais bastando fazer a uma denúncia nos fones da 3ª Cia Ambiental, 44-3901-1936(Maringá) 44- 3637-3439 (Pelotão Cianorte) 44-3624-7630(Umuarama) e 44-3584-1175 (Porto Camargo).

Com informações e foto da Polícia Ambiental de Cianorte

Compartilhe: