Polícia Ambiental prende dois com cigarros do Paraguai

 

cigarros-perobalA Polícia Ambiental de Umuarama realizou, na manhã desta quinta-feira (09), a apreensão de 40 caixas de cigarros de origem estrangeira, 02 veículos e prendeu 02 homens em flagrante.

Por volta das 6h30min, em patrulhamento por estradas rurais da região de Perobal, a equipe da Polícia Ambiental de Umuarama notou quando um caminhão guincho com placas de Guaíra passava pelo trevo do Distrito de Cedro, transportando em sua plataforma um automóvel com um pneu estourado e com danos na lataria, aparentemente envolvido em acidente.

Os policiais perceberam, entretanto, certo nervosismo por parte dos dois homens que ocupavam o caminhão, além de não ser possível ver o que poderia estar sendo transportado dentro do automóvel, optando pela abordagem. Foi então constatado que o automóvel Captiva, com placas de Cianorte, estava carregado com 40 caixas de cigarros contrabandeados do Paraguai e munido de um radiocomunicador sem licença, além de ter o condutor se envolvido anteriormente em uma colisão contra placas de trânsito no trevo de Guaíra, gerando danos ao patrimônio público.

O condutor da Captiva então, após esta colisão, entrou em contato com o serviço de guincho, tendo sido ofertada a quantia de R$ 2.500,00 (dois mil e quinhentos reais) para que o motorista do caminhão guincho aceitasse transportar o veículo com o material ilícito até a cidade de Cianorte, mas acabaram abordados e presos ainda em Perobal.

Ambos foram encaminhados, juntamente com os veículos e a carga, para a Delegacia de Polícia Federal de em Guaíra, local onde foi efetuado o auto de prisão em flagrante pelos crimes de contrabando (Art. 334-A do Código Penal) e por desenvolver clandestinamente atividade telecomunicação (Art. 183 da lei 9.472 de 1997).

Além desses crimes, o infrator que colidiu nas placas de trânsito, possivelmente pelo excesso de velocidade empreendido com o veículo, poderá responder ainda pelo crime de dano ao patrimônio público. Contra ele já havia sido efetuada prisão pelo crime de contrabando há cerca de um ano. (Texto e Fotos: ASCOM Polícia Ambiental)

Compartilhe: