PF investiga reclamações trabalhistas simuladas no PR

operacao3

A Polícia Federal deflagra ontem (14) a Operação Avidya, com o objetivo de investigar a prática de reclamações trabalhistas simuladas na Vara do Trabalho de Irati (PR), envolvendo uma empresa e dois escritórios de advocacia.

Cerca de 40 policiais federais cumprem 8 mandados judiciais de busca e apreensão, expedidos pela 1ª Vara Federal de Ponta Grossa/PR, todos na cidade de Curitiba.

As investigações começaram a partir da constatação da Procuradoria Regional do Trabalho da 9a Região, em Curitiba, de que foram ajuizadas 602 reclamações trabalhistas simuladas na Vara do Trabalho de Irati, envolvendo uma empresa de logística e um sindicato dos trabalhadores em empresas ferroviárias.

O trabalho de investigação aponta para uma atuação organizada e ajustada de dois escritórios de advocacia, um representando os trabalhadores e o sindicato, e outro, a empresa de logística, que deram de forma fraudulenta quitação a centenas de contratos trabalhistas de empregados diretos e terceirizados. As reclamações simuladas eram homologadas por meio de acordos com valores irrisórios, lesando centenas de trabalhadores, utilizando-se de documentos previamente falsificados e falsos testemunhos para iludir partes e a Justiça do Trabalho.

O nome Avidya sintetiza a condição dos envolvidos nos fatos, pois, a palavra em sânscrito, antigo dialeto da Índia, significa ignorância, falta de discernimento, ou seja, incapacidade de compreender situações, de separar o certo do errado.

Texto e imagem: Ascom PF

Compartilhe: