PF fecha casas de jogos clandestinos na região

pol-jogos

A Polícia Federal, em operação conjunta com a Receita Federal, cumpriu na última quinta-feira (29) mandados de busca e apreensão em cinco endereços vinculados à exploração de vídeo-bingos, em Maringá. O objetivo foi impedir a exploração frequente de pessoas de terceira idade em situação de vulnerabilidade, havendo histórico de idosos que perderam grande parte de seu patrimônio e aposentadoria em razão do vício em tela.

Um dos locais estava desativado, sendo que nos demais houve constatação da exploração de jogos de azar, contravenção prevista em lei. Nos locais foram apreendidos cerca de cem computadores, valores em espécie, controles de clientes e pagamentos e registros de depósitos bancários, alguns de elevada quantia.

Os funcionários foram encaminhados a delegacia da PF para lavratura de termo circunstanciado, tendo em vista se tratar de infração de menor potencial ofensivo. Alguns clientes foram encaminhados, ouvidos como testemunhas e liberados. Os computadores foram enviados à Receita Federal para detecção de sua origem. Ao todo foram presas sete pessoas e, após a lavratura de termos circunstanciados, foram liberadas sob o compromisso de comparecerem em Juízo.

Constatou-se ainda que os locais utilizados para a prática ilícita de jogo de azar tinham como fachada serviço de lan house, contando, inclusive, com alvará de funcionamento.

Texto e foto: ASC PF

Compartilhe: