Parceria visa aumentar emprego e renda em cidades com baixo IDH

Vários órgãos do Governo do Estado se reuniram na última quarta-feira (12) para iniciar as discussões de parceria voltada à geração de emprego e renda no Paraná. As conversas aconteceram na agência paranaense do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE).

“O objetivo é criar um programa de desenvolvimento que invista em municípios com baixo IDH, que impacte na economia local e introduza novas tecnologias às empresas e ao campo”, disse o diretor de Operações do BRDE, Wilson Bley Lipski.

A proposta consiste em uma linha de financiamento, com recursos do BRDE e da Fomento Paraná, que apoie a inovação e sustentabilidade na agricultura e o desenvolvimento tecnológico em micro, pequenas e médias empresas inovadoras. O setor turístico e as cooperativas também podem ser fomentados.

“A ideia traz muitas vantagens ao desenvolvimento do Paraná e vem ao encontro do planejamento para a área da agricultura. Nosso próximo desafio é transformar esta ideia em algo prático”, disse Norberto Ortigara, secretário da Agricultura e Abastecimento do Paraná.

A iniciativa será desenvolvida em conjunto e cada órgão deve ser responsável por uma área do projeto. O secretário de Estado do Planejamento e Projetos Estruturantes, Valdemar Bernardo Jorge, é quem vai liderar o processo, discutindo as melhores maneiras de pôr a ideia em prática.

O secretário de Estado da Fazenda, Renê Garcia Júnior, também participou e apresentou dados da longevidade das empresas no Paraná. Um dos objetivos da proposta que está sendo discutida é consolidar no mercado os empreendimentos que serão apoiados, resultando em um maior tempo de vida. Os detalhes técnicos desta parceria devem ser ajustados na próxima terça-feira (18), em outra reunião na Agência Paraná do BRDE.

PRESENÇAS

Participaram da reunião o diretor Administrativo do BRDE, Luiz Carlos Borges da Silveira; o diretor-presidente da Agência Paraná de Desenvolvimento, José Eduardo Bekin; o diretor-presidente do Instituto Emater, Natalino de Souza, e técnicos e representantes do BRDE, Fomento Paraná, Secretaria da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos e Casa Civil.

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná

Compartilhe: