Paraná vai avançar ainda mais como ambiente amigável para negócios

A governadora Cida Borghetti participa do Paraná Investiment Meeting. Curitiba, 19-06-18. Foto: Arnaldo Alves / ANPr.

O Paraná fez uma opção clara pelo desenvolvimento ao abrir o diálogo com a iniciativa privada e atrair investimentos e a meta do governo é dar continuidade e consolidar o Estado como ambiente favorável para negócios. A afirmação foi feita pela governadora Cida Borghetti nesta quarta-feira (19), na terceira edição do Paraná Investment Meeting, que reúne representantes do governo estadual, empresários e investidores para discutir os potenciais de investimento, o ambiente de negócios e as perspectivas econômicas do Estado.

Vamos avançar ainda mais na consolidação do Paraná como um ambiente amigável para negócios”, afirmou a governadora. “Garantimos um ambiente propício aos investidores, alicerçado em diálogo permanente, segurança jurídica e respeito aos contratos, movimentos que fizeram toda a diferença na atração e consolidação de projetos, e que ajudam a melhorar a realidade socioeconômica de várias cidades”, disse a governadora.

Organizado pela Paraná Desenvolvimento e realizado em Curitiba, o evento reuniu cerca de 200 empresários e investidores.

INTERLOCUÇÃO

Cida falou sobre as recentes estratégias adotadas pelo Governo do Estado para fortalecer o diálogo com o setor produtivo e ressaltou a criação da secretaria especial de Desenvolvimento Econômico. Segundo ela, a secretaria tem o desafio de refinar e aperfeiçoar ainda mais a interlocução com empresas e investidores.

A Secretaria articulará ações integradas com a Agência Paraná de Desenvolvimento, considerada uma das melhores do gênero do mundo. Acreditamos neste projeto com a maior convicção e estamos nos lançando nele porque acreditamos na competitividade da produção paranaense, na criatividade dos profissionais, na capacidade do trabalhador paranaense”, afirmou Cida.

A governadora também citou a recente medida que estende para comércio de produtos importados localizado em cidades de fronteira a isenção do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) garantido ao freeshops, além da redução do tributo para o setor de metais sanitários e a proposta de isenção aos microgeradores de energias renováveis. O projeto foi encaminhado à Assembleia Legislativa e está sob análise dos parlamentares.

Também estamos trabalhando em um novo modelo de concessões de rodovias para ser implantado no Paraná a partir de 2021. Buscamos mais obras e a justiça tarifaria, garantindo assim a competitividade dos nossos produtos”, disse.

INDUSTRIALIZAÇÃO

A governadora falou sobre o ciclo de industrialização iniciado há oito anos e destacou o programa de incentivo Paraná Competitivo. O programa, ela lembrou, apoiou empreendimentos de variados setores, como a fábrica de celulose da Klabin, em Ortigueira; a Potencial Petróleo, na Lapa; a japonesa Sumitomo, que fábrica pneus em Fazenda Rio Grande; as montadoras Audi, DAF, Volks, Renault e Catterpillar; além de plantas industriais vinculadas ao agronegócio.

Temos agora uma economia mais sólida e mais diversificada, que se revelou mais resiliente à recessão”, disse Cida, enfatizando o crescimento de 12,8% da produção industrial do Estado.

NOVOS MERCADOS

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Virgílio Moreira Filho, disse que com o cenário interno consolidado no Paraná, o próximo passo é explorar mercados internacionais para ampliar o desenvolvimento socioeconômico de todas as regiões. “Serão três grandes ações: manter as empresas já instaladas no Paraná, promover novos negócios e atrair novas empresas”, afirmou o secretário.

PRESENÇAS

Participaram do evento os secretários de Estado Silvio Barros (Desenvolvimento Urbano), José Luiz Bovo (Fazenda), Abelardo Lupion (Infraestrutura e Logística), George Hiraiwa (Agricultura e Abastecimento), João Luiz Fiani (Cultura), Alexandre Teixeira (Comunicação Social); o presidente da Paraná Desenvolvimento, Adalberto Netto; os presidentes do BRDE, Orlando Pessuti; da Compagás, Luiz Malucelli Neto; da Copel, Jonel Yurk; e do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), Júlio Felix; a diretora da Paraná Fomento, Emília Belinati; o deputado estadual Pedro Lupion, líder do governo na Assembleia Legislativa.

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná

Compartilhe: