Paraná é sede de evento dos Conselhos de Políticas sobre Drogas

O Secretário da Segurança Pública do Paraná, Romulo Marinho Soares, abriu, na última terça-feira (17) o Encontro Nacional do Colegiado de Presidentes dos Conselhos Estaduais de Políticas Públicas sobre Drogas, que pela primeira vez é realizado no Estado. O evento acontece no prédio da Secretaria da Segurança Pública e reúne representantes dos Conselhos de 15 estados.

O grupo debate temas como a reformulação do Conselho Nacional de Políticas sobre Drogas (Conad), a difusão de boas práticas através da troca de experiências bem-sucedidas, captação de recursos através de leilões. O objetivo é fortalecer ações de enfrentamento às drogas em todo o país. O evento encerra ao meio-dia desta quarta-feira (18).

“É importante subsidiar esse evento, que pela primeira vez acontece em nosso estado. Que ao fim destes dois dias de conversas possamos ter evoluído e aprimorado as técnicas de combate as drogas e também de prevenção em nível nacional”, disse ele.

Para o presidente do Conselho Estadual de Políticas Públicas sobre Drogas do Paraná, delegado Renato Figueiroa, a reunião é um momento fundamental para a troca de experiência e atualização sobre a legislação ligada ao tema. “Aqui podemos trocar experiência sobre boas práticas que podem ser adaptadas e reproduzidas em outros estados, além fortalecer os conselhos com legislações específicas que nos garantam uma autonomia financeira para o funcionamento destes. Também fazer um link com o Governo Federal para criação de políticas públicas efetivas de combate a drogadição”, disse ele.

O Secretário de Justiça e Direitos Humanos do Pará, Rogério Barra, que representa o Conselho Estadual de Políticas daquele estado, apontou a importância da união para o combate às drogas. “Esse é um problema histórico e complexo que sem integração ele se torna muito maior. Então, a união entre os conselhos estaduais e ao Conad é essencial para a aplicação medidas e políticas públicas exitosas”, afirmou.

Participará também das discussões, o secretário Nacional de Políticas sobre Drogas, Luís Roberto Beggiora, com o intuito de aproximar os conselhos estaduais do Conad e atualizar todos os representantes sobre as alterações recentes no texto das Políticas Nacionais de Combate às Drogas.

BOAS PRÁTICAS

O representante do Paraná no encontro, delegado Renato Figueiroa, trouxe o exemplo do 3º Concurso de Produção de Material Audiovisual sobre Drogas, que premia alunos de escolas estaduais e particulares, pela elaboração de vídeos de até um minuto sobre a temática do combate às drogas.

“Os vídeos vencedores são exibidos nas salas de cinemas do estado, no mês de junho, durante a apresentação de trailers. A medida é viabilizada por uma Lei Estadual que obriga as empresas a cederem o espaço. Essa ação faz com que os próprios adolescentes toquem no assunto e consequentemente levem o debate para as salas de aula e para suas casas”, explicou o delegado.

O presidente do Conselho de Políticas Públicas sobre Drogas do estado de Rondônia, Neirival Pedraça, expôs o programa “Conen Nota Mil”. “Em parceria com o Proerd, capacitamos os professores da rede pública de ensino municipal. Assim que o aluno ingressa no primeiro ano da escola, já passa a ter orientações e contato com a prática de prevenção às drogas.

Também foram apresentados aplicativos, estratégias publicitárias, relacionamento próximo e suprapartidário com os Legislativos Estaduais, criações de Fundos financeiros, entre outras práticas que tem por objetivo fortalecer o trabalho e estrutura dos Conselhos Estaduais de Políticas Públicas sobre Drogas.

CARTA

Ao final do encontro será elaborada uma carta conjunta direcionada à população, evidenciando a atuação dos conselhos. “A ideia é que todos os representantes assinem essa carta que explicará à sociedade o que é o Conselho Estadual de Políticas Públicas sobre Drogas, o que faz, como é seu funcionamento, como ele pode ajudar dentro do seu Estado, enfim, todas as informações necessárias visando o esclarecimento à população”, explicou Figueiroa.

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná

Compartilhe: