• folhadecianorte@gmail.com

Fale com a Folha

44 3018-2015


21 de novembro de 2017

1:00

Paraíso do Rock celebra dez anos de rock autoral

Publicado em 13 de julho de 2017

 

wanderO festival Paraíso do Rock, em Paraíso do Norte (a aproximadamente 60km de Cianorte) chega em sua décima edição tendo como headliners Wander Wildner (foto), Acústico e Valvulados e uma banda argentina, somando 14 shows no total incluindo os eventos paralelos, com cobertura da Folha de Cianorte.

São dez anos realizando um festival de rock autoral numa região dominada pelo sertanejo e bandas covers. O desafio do organizador Beto Vizzotto foi encarado sem mudar o perfil do evento, caracterizado pela bandas com som próprio, rock regional nordestino e bandas sulamericanas. É uma mostra cultural de dar inveja aos produtores culturais dos grandes centros que não conseguem manter uma marca por tanto tempo na ativa como é o Paraíso do Rock. “É uma década na resistência à massificação da cultura sertaneja , patrocinado pela indústria fonográfica”, avalia Vizzotto, que é ex-prefeito da cidade e costuma cantar com as bandas durante o show na frente do palco. “Oferecemos uma alternativa musical para a juventude do Paraná”.

Outro aspecto importante no histórico do Paraíso do Rock é o caráter amistoso que existe com as bandas, muitas delas retornam para outras apresentações. Bem diferente da formalidade na maioria das cidades onde a banda chega, fica hospedada em hotel, faz o show e vai embora. Em Paraíso do Norte as bandas se confraternizam na casa de Vizzotto em animados churrascos no quintal embalados por sets acústicos dos músicos que se alternam nos instrumentos e microfone.

EXEMPLO – Um dos melhores exemplos está no gaúcho Wander Wildner que faz esse ano sua sexta apresentação na cidade, incluindo Paraíso do Rock, Festa das Nações no aniversário da cidade e festa particular de aniversário. “É sempre um prazer incrível voltar porque temos boas amizades em Paraíso do Norte. Eles gostam de nós e da nossa música, somos bem tratados e nos divertimos muito. O festival é sensacional, são dez anos. Deve servir de exemplo para todas as cidades”.

O show de Wander Wildner será na sexta-feira (14) com os clássicos da carreira solo e mais músicos do disco novo “A vida é uma toalha estendida no varal”. Ele estará acompanhado de Georgia Branco no baixo e Pitchu Ferraz na bateria.

Por volta de 2009 Wander Wildner comentava que não escrevia mais músicas novas. O que, felizmente, para os fãs acabou, já que desde 2013 ele fez cinco lançamentos: “Mocochinchi Folksom” (2013), “Existe alguém aí?” (2015), “Wanclub” (2016), “Delírios do sul do mundo em um pub irlandês” (2016) e “A vida é uma toalha estendida no varal” (2017).

O outro headliner desse ano também é gaúcho e também tem muitos fãs na cidade, com as músicas cantadas em coro pelo público. O Acústicos & Valvulados faz sua terceira apresentação na cidade, já tendo tocado em 2010 e 2013. A banda comenta que é muito bacana reencontrar os amigos na cidade e que o set do show será baseado na coletânea “Diamantes Verdadeiros” com os sucessos de 25 anos de banda.

GRÁTIS – Vale lembrar que o festival oferece camping gratuito com reserva antecipada ligando nos telefones (44) 99909-1744 ou 99940-6699.

Festival celebração a cultura clima de amizade

beto01O Paraíso do Rock se caracterizou como um evento multicultural e não somente de música. Além dos dois dias de festival que acontecem sempre no final de semana do Dia Mundial do Rock, o organizador Beto Vizzotto (foto à direita) faz questão de realizar eventos paralelos – muitos gratuitos – como Pré-Paraíso, em cidades próximas, valorizando artistas regionais. E também com parcerias como com a argentina Scatter Records, a Cervejaria Araucária, o Projeto Zombilly, o festival londrinense Demo Sul, entre outros. Sem contar que o festival sempre leva produtores e jornalistas de outros estados para participarem do evento.

O que acaba sendo uma ótima oportunidade para bandas da região mostrarem seu trabalho. Mas nem todos aproveitam as facilidades, já que há bandas que agendam shows no mesmo final de semana do Paraíso do Rock, se mantendo no seu ostracismo local ao invés de aproveitarem a chance de entregarem seu material para produtores e jornalistas que visitam o Paraíso do Rock, tentando melhor sorte na carreira.

PARCEIROS – Entre os eventos paralelos desse ano teve o Pré-Paraíso na Cervejaria Araucária, no dia 10 de junho, com bandas de Maringá e Londrina; show com a banda Histeria, no Jumbs Bar, em Paraíso do Norte, no dia 7 de julho; a 24ª Feira do Clube do Vinil de Maringá, com show de Tiago Tu, no dia 9 de julho; e por último o Tributo a Belchior com Cidão Tim (vocalista do The Jalmas) e o jornalista Jotabê Medeiros (da revista Carta Capital) lançando seu livro “Apenas um rapaz latino-americano”, na próxima quinta-feira (13), às 19h30, na Casa da Cultura de Paraíso do Norte. (A.I.)

Integração social e cultural reúne músicos e profissionais de outros países

diferenciasO festival Paraíso do Rock ganhou destaque também pela integração sócio-cultural que promove entre músicos, jornalistas e produtores brasileiros e estrangeiros.

Nos dez anos do evento já foram dez bandas internacionais que se apresentaram no palco em Paraíso do Norte. O desse ano será o trio argentino de garage rock Las Diferencias (foto à direita), que ganhou no mês passado o Prêmio Gardel de Melhor Disco de Novo Artista de Rock na Argentina, pelo “Al borde del filo”, o segundo album da banda.
“Quando estávamos começando, perguntávamos se algum dia o rock nos levaria a compartilhar nossa música com os brasileiros”, lembra o baterista Nicolas Heis, sobre o sonho realizado ao tocar no Paraíso do Rock.

O Las Diferencias toca garage rock, gênero que tem garantia de shows animados, barulhentos e muitos fãs no underground.
“O garage nunca foi um estilo do mainstream. Mas, tem seu pequeno e fiel grupo de seguidores na maior parte do mundo”, afirma Heis que pretende conhecer grupos novos de garage em sua curta viagem ao Brasil, citando que conhece algumas bandas antigas, mas sabe que tem muitos grupos garageiros novos e de boa qualidade. (A.I.)

GRINGOS
Dead Elvis (Holanda)
Pelea de Galos (Argentina)
The Great Munzini (India)
Amazing Onemanband (Uruguai)
NormA (Argentina)
Vale de Muñecas (Argentina)
Molina y Los Cosmicos (Uruguai)
Los Cocineros (Argentina)
Jarrah Thompson (Australia)
Expulsados (Argentina)

PARAÍSO DO ROCK 2017
Local: CTG São Jorge, em Paraíso do Norte
Horário de abertura: 21h
Início dos shows: 22h
Site: www.paraisodorock.com.br

  • 14 de julho (sexta-feira):
    22h – Helvéticos (SC)
    23h30 – Seu Pereira e o Coletivo 401 (PB)
    1h – Wander Wildner (RS)
    2h30 – Almirante Shiva (DF)
  • 15 de julho (sábado):
    22h – Cadillac Dinossauros (PR)
    23h30 – Las Diferencias (Arg)
    1h – Acústicos & Valvulados (RS)
    2h30 – Corpsia (PR)

Texto e fotos: Andye Iore / Folha de Cianorte
Foto Las Diferencias: Diego Giménez
Reportagem especial publicada na versão impressa da Folha de Cianorte

"Conteúdo protegido por direitos autorais. Cite crédito ao usar textos e fotos da Folha de Cianorte"

About the author /


Jornalista formado em 2002 pelas Faculdades Maringá, com especialização em Comunicação e Educação. Já foi correspondente regional da Gazeta do Povo, trabalhou no O Diário (de Maringá), rádio CBN Maringá, coordena o projeto cultural Zombilly, entre outros.

Jornal Folha Regional de Cianorte

Endereço: Av. Brasil, 1167, Cianorte - PR.

Telefone: (44) 3018-2015

Email: folhadecianorte@gmail.com

Diretor proprietário

Luiz Antônio Barbosa

Editor de conteúdo

Andye Iore.

Desenvolvido por Web 7 - Soluções digitais