Novos bafômetros ampliarão fiscalização em Cianorte

bafometro2

As polícias de Cianorte deverão receber em abril novos aparelhos etilômetros, popularmente conhecidos como bafômetros. O governador Beto Richa anunciou ontem (22) a entrega de 384 bafômetros para a Polícia Militar usar em blitz de trânsito em todo o Paraná. Desses, sete deverão ser entregues para 5a Companhia de Polícia Militar de Cianorte (5a CIPM) dentro de 30 dias. A Polícia Rodoviária de Cianorte ainda não foi comunicada se receberá algum aparelho ou não. “Esses novos equipamentos serão muito uteis para nos”, comentou o capitão da 5a CIPM, Claudio Silva (foto abaixo). “Poderemos fazer mais ações simultâneas e nas cidades próximas também”.

A PM não informa números sobre quantidade de efetivo e equipamentos que tem. Antes da implantação da 5a CIPM em Cianorte era comum os policiais atenderem ocorrência nas ruas e levarem o suspeito até a sede da PM para fazer o teste com o aparelho que ficava na companhia.

A demanda do etilômetro em Cianorte não é tanta durante a semana. Mas os bafômteros são muito utilizados nos finais de semanas, principalmente nas blitze de trânsito no centro da cidade. Com maior frequencia entre as avenidas Santa Catarina e Goiás, no Bobódromo, onde há aglomeração de pessoas e é bem comum ver motoristas dirigindo ou motociclistas pilotando após ingerir bebida alcoolica. E até mesmo transitando com o veículo e bebendo cerveja ou outras bebidas alcoolicas.

Com mais aparelhos etilômetros essa fiscalização ficará mais eficiente. Principalmente porque a 5a CIPM ampliou as ações no trânsito cianortense desde o final do ano passado com a chegada dos soldados que fizeram o curso de treinamento da Polícia Militar em Cianorte.

Prova disso são os dados de atendimentos de ocorrências. Estamos ainda no primeiro trimestre de 2017, mas Cianorte já atingiu metade de todos as ocorrências com bafômetro de todo o ano passado. O que caracteriza um aumento da fiscalização no setor.

NEGAÇÃO – Mesmo quando o suspeito de dirigir embriagado se negar a fazer o teste no etilômetro, os policiais podem autuar a pessoa se avaliar que o suspeito apresentar características como olhos vermelhos, odor etílico, falta de equilíbrio e raciocínio e/ou fala “pastosa”. Com isso, os policiais fazem um Termos de Constatação, registrando a ocorrência.

ESTRADA – O subtenente da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), Antonio Sergio Dinardi, informou que ainda não ha comunicação sobre o repasse de novos bafômetros para a PRE. Há dois equipamentos que são muito usados em Cianorte e região. Dinardi comenta que principalmente nos finais de semanas as equipes patrulham as rodovias da região e levam um aparelho na viatura. O que acaba sendo um trabalho de prevenção já que a embriaguez ao volante é uma das principais causas de acidentes rodoviários.

LEI SECA – O artigo 165 do Código de Trânsito, determina que qualquer resultado no bafômetro acima de zero caracteriza uma infração gravíssima de trânsito. Entre as penalidades estão multa, suspensão do direito de dirigir por 12 meses e responder processo judicial. A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) será recolhida e o veículo retido até que um outro motorista habilitado possa retirar.

cap claudio03QUALIDADE – O etilômetro é usado para medir a concentração de álcool etílico no sangue de uma pessoa. Cada aparelho é certificado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO) e deve ser aprovados pelo Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN).

Uso do bafômetro pela PM em Cianorte:
2016
42 testes
24 Termos de Constatação

2017
21 testes
4 Termos de Constatação

Texto : Andye Iore / Folha de Cianorte
Foto bafômetro: imagem ilustrativa
Foto do Capitão Cláudio Silva: Andye Iore/FC

Compartilhe: