Nova biblioteca abre com amplo acervo e melhor estrutura

biblioteca03A Biblioteca Pública Municipal de Cianorte foi reaberta hoje (10). Ela é mais uma opção para os cianortenses que precisam realizar algum tipo de pesquisa ou para aqueles que querem simplesmente aproveitar uma boa leitura. A nova opção fica na rua Ouro Verde, esquina com Rua Guararapes, com uma estrutura maior e mais adequada para os leitores que o ponto anterior.

O funcionário da unidade, Mauro Cesar de Oliveira, responsável pelo Núcleo Tecnológico Municipal, conta que o acervo está digitalizado, o que facilita a busca do público e o trabalho dos funcionários. Oliveira afirma ainda que a biblioteca aceita doações, exceto de livros didáticos. A unidade conta com um acervo de mais de 10 mil exemplares e dez computadores com acesso à internet. “Os livros mais procurados são os romances, seguidos por livros relacionados aos cursos superiores oferecidos em Cianorte”, comenta Oliveira.

Para realizar empréstimos, é necessário que o interessado faça um cadastro na biblioteca, levando comprovante de residência e documentos pessoais como RG e CPF.

O cianortense Leonardo Chiquitto fala sobre a importância da reabertura da biblioteca: “Toda cidade deveria ter várias bibliotecas. Elas facilitam o acesso à informação de quem não está familiarizado com a internet, que tem quase todo tipo de informação disponível”, disse. O leitor aproveitou a visita e doou livros para a biblioteca municipal. Segundo Chiquitto, a leitura também é importante porque ajuda as pessoas a se expressarem melhor.

CLÁSSICOS – Entre os mais de dez mil livros do acervo estão clássicos da literatura, como “Os três mosqueteiros” de Alexandre Dumas, “Os miseráveis” de Victor Hugo, “Dom Casmurro” de Machado de Assis, “Guerra e Paz” do escritor russo Tolstói e “O pequeno príncipe”, de Antoine Saint-Exupéry. Além dos clássicos, dos volumes para pesquisa e dos computadores, a biblioteca também tem espaço para o leitor que queira ficar, com mesas, cadeiras e até um sofá com almofadas.

Colaboração: Enrique Bayer / Foto: Andye Iore

Compartilhe: