Nota Paraná ajuda a zerar fila de próteses de quadril no HC

Desde que o Nota Paraná foi criado milhares de consumidores e centenas de entidades já foram beneficiados com os créditos e premiações em dinheiro disponibilizados pelo programa. Uma delas é a Associação Amigos do HC, instituição sem fins lucrativos criada em 1986 e que trabalha exclusivamente para captar recursos em benefício do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná. Curitiba, 28/11/2017. Foto: Julio César da Costa Souza/SEFA

Desde que o Nota Paraná foi criado milhares de consumidores e centenas de entidades já foram beneficiados com os créditos e premiações em dinheiro disponibilizados pelo programa. Uma delas é a Associação Amigos do HC, instituição sem fins lucrativos criada em 1986 e que trabalha exclusivamente para captar recursos em benefício do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná.
Curitiba, 28/11/2017.
Foto: Julio César da Costa Souza/SEFA

Desde que o Nota Paraná foi criado milhares de consumidores e centenas de entidades já foram beneficiados com os créditos e premiações em dinheiro disponibilizados pelo programa. Uma delas é a Associação Amigos do HC, instituição sem fins lucrativos criada em 1986 e que trabalha exclusivamente para captar recursos em benefício do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná.

No local circulam, em média, 11 mil pessoas por dia e o atendimento é exclusivamente pelo SUS.

A entidade está cadastrada há 18 meses no programa e os valores arrecadados durante o período já possibilitaram uma série de conquistas para a associação. Graças aos recursos conseguiu zerar a fila de próteses de quadril para idosos com mais de 80 anos.

Com os R$ 413 mil devolvidos pelo Nota Paraná foi possível a compra 80 próteses, além de 40 lentes oftalmológicas e, por último, o conserto do aparelho de ressonância magnética do Hospital de Clínicas de Curitiba.

De acordo com o gerente de Relações Comerciais da Associação Amigos do HC, Washington Camargo, os recursos do Nota Paraná têm sido muito importantes para a entidade, pois têm auxiliado a concretização de diversos projetos para os usuários do hospital.

“Somos um grande parceiro do Hospital de Clínicas na captação de recursos para a instituição. Recebemos os projetos e vamos em busca dos valores para atender essa demanda. No momento estamos trabalhando para viabilizar outros seis projetos”, diz.

PARCERIA COM O COMÉRCIO – Para garantir o maior número de notas fiscais, a Amigos do HC firma parcerias com o comércio local por meio de blitzes educativas. Colaboradores visitam restaurantes, lanchonetes e outros estabelecimentos para explicar a importância dos bilhetes para a entidade e mostrar que essa colaboração ajuda a salvar vidas. Depois, com o consentimento dos empresários, são colocadas urnas.

Uma vez por semana uma equipe de três motoboys, trabalhando em regime integral, passam nos locais para recolher os documentos fiscais. “Hoje temos parceria com cerca de 350 estabelecimentos comerciais de Curitiba. Em torno de 135 mil notas fiscais são doadas mensalmente”, afirma Camargo.

A equipe que trabalha na captação de notas fiscais é composta por oito pessoas. O salário dos colaboradores é pago com recursos da própria associação. Os valores do Nota Paraná são usados exclusivamente aos projetos do Hospital de Clínicas de Curitiba.

A intenção para o próximo ano é ampliar essas parcerias e, consequentemente, o volume de recursos voltados para projetos em prol do Hospital de Clínicas. A Amigos do HC espera chegar às mil urnas ainda em 2018.

“Esses recursos do Nota Paraná ajudam muito. As pessoas que puderem colaborar, não colocando CPF na nota e doando para a associação, são muito bem-vindas. Elas não imaginam o bem que fazem ao hospital. E o melhor, sem colocar a mão no bolso”, diz Carmargo.

Compartilhe: