Noroeste tem o maior problema de dengue no Paraná

larvas01A região Noroeste está entre as que mais têm problemas de dengue no Paraná (veja gráfico abaixo). Oito cidades da região estão entre as mais preocupantes no ranking estadual: Maringá, Sarandi, Cidade Gaúcha, Guaporema, Loanda e Indianópolis estão em epidemia. Rondon e Cianorte caminham para isso, com a Capital da Moda já registrando 176 casos confirmados de dengue esse ano.

A Secretaria de Saúde do Paraná divulgou ainda que outras oito cidades estão em epidemia: Marilena, Nova Londrina, Itaúna do Sul, Guaíra, Tamboara, Missal, Nossa Senhora das Graças e Alvorada do Sul. “Muitos moradores esperam a visita dos agentes para que eles destruam os locais com acúmulo de água e focos do mosquito”, comentou sobre um dos problemas, a supervisora do Programa de Combate à Dengue de Cianorte, Vera Lucia Fusisawa. “As pessoas precisam descruzar os braços e agir porque o desenvolvimento do Aedes Aegypti de larva para mosquito é num curto período de tempo”.

O Levantamento de Índice Rápido Aedes Aegypti (LIRA), realizado entre 7 e 11 de abril, apontou que Cianorte tem um preocupante índice de infestação de 4,1%, sendo que em janeiro era de 2,1% e o aceitável pelos órgãos de Saúde é até 1%. Até o começo dessa semana a cidade registrava 176 casos confirmados de dengue. Cianorte já teve uma epidemia de dengue em 2007, com registro de 320 casos da doença, e também no ano passado com 774 casos.

FOCOS – Aproximadamente 40% dos focos estão em depósitos móveis, bebedouros, vasos de planta, pratos, garrafas, recipientes em degelo em geladeiras, entre outras situações comuns nas casas e quintais. Depois vem 33% dos focos em recipientes plásticos, garrafas, latas, sucatas e ferro-velho em pátio e entulhos de construção; 12% em depósitos fixos, lajes, calhas, vasos sanitários, toldos, caixa de passagem de água; 6% em folhas de plantas ou buracos em árvores; 4% em depósitos ao nível de solo para armazenamento de água. Caso o morador ache algum foco de dengue ou suspeite de algum terreno ou quintal que possa ter foco do mosquito em Cianorte, pode telefonar para (44) 3629-6777.

MORTES – De agosto de 2013 até a semana passada, foram confirmados 6.879 casos da doença no Paraná. Até agora são sete mortes por dengue no estado esse ano. Três em Maringá, uma em Rolândia, uma em Flórida, uma em Nova Londrina e outra em Rondon. Maringá é uma das cidades com mais problema de dengue em todo o Brasil. Até o mês passado, a Cidade Canção estava em sétimo no ranking nacional. A cidade registrava 2.180 casos confirmados da doença até o final de semana passado.

Texto e foto: Andye Iore / Gráfico: Juliano Secolo

grafico-06maio

Compartilhe: