Nenhum Dente Deve Ser Desprezado

A mastigação é o primeiro processo da digestão e, se feita de maneira errada, pode causar diversos problemas. Os dentes têm um importante papel na mastigação, e é na cavidade oral onde começa o processo digestivo. Cada dente tem sua função específica e por isso a falta de qualquer que seja, pode interferir no processo digestivo, causando danos a saúde do estômago e intestinos. Por isso, não subestime nenhum dente, até mesmo aqueles que estão no fundo da boca, pois estes têm papel importante no processo da mastigação.

É comum encontrarmos pessoas preocupadas com a qualidade da sua alimentação, que tipo de alimentos estão ingerindo, em comer pouca gordura, privilegiar os vegetais e outros cuidados; mas também é fundamental dar a devida atenção à importância da mastigação, que é o primeiro passo para uma boa digestão.

Embora os espaços criados pelos dentes ausentes possam não estar visíveis, podem provocar inúmeros problemas. Por exemplo, as forças mastigatórias podem se alterar, provocando projeção dos dentes anteriores e criando espaços indesejados.

Uma mordida alterada também pode provocar um colapso nas estruturas faciais. Quanto mais dentes forem perdidos e não substituídos, maior a probabilidade de formação de rugas e linhas de expressão, acarretando um envelhecimento precoce.

Se você perdeu um ou mais dentes, as opções de tornar seu sorriso completo são: Prótese fixa, prótese removível, prótese total e implantes.

Obviamente, que para cada caso, há um tipo de prótese mais indicado, contudo, outras opções podem ser avaliadas e realizadas, dependendo de alguns fatores, entre eles podemos citar: A quantidade de dentes ausentes, a posição dos dentes, a quantidade e a qualidade do osso, a expectativa dos pacientes.

Para cada trabalho realizado, há vantagens e desvantagens que devem ser discutidos entre o paciente e o profissional. Para melhor entendimento, podemos citar alguns itens:

  • MANUTENCAO: Para cada tipo de prótese há um tipo de manutenção que deve ser seguido pelo paciente, uns mais trabalhosos, outros, menos.

  • RESULTADOS: Basicamente podemos citar a questão da mastigação e da estética.

  • LONGEVIDADE DO TRATAMENTO: É bastante variável dependendo do tipo de prótese, e pode variar entre 5 e 15 anos aproximadamente.

  • CUSTO: Muito variável dependendo do caso e da escolha do tratamento e do material.

Independente da escolha do tratamento, o mais importante é a conscientização da necessidade de reconquistar a condição de mastigar sem medo, e redescobrir o prazer em sorrir.

Compartilhe: