Municípios investirão R$ 2,8 milhões em obras de melhoria urbana


O secretário do Desenvolvimento Urbano (SEDU), João Carlos Ortega, autorizou nesta quarta-feira (20) duas homologações e duas licitações para obras nos municípios de Rio Azul, Engenheiro Beltrão, Ivatuba e de Jandaia do Sul. O valor total autorizado chega a R$ 2,86 milhões com recursos do Sistema de Financiamento aos Municípios (SFM), sendo que só das licitações são R$ 351,82 mil.

O prefeito de Engenheiro Beltrão, Rogério Rigueti, recebeu de Ortega autorização para homologar R$ 1,23 milhão que serão aplicados em recape e pavimentação asfáltica em vias urbanas, com obras de drenagem de águas pluviais, meio-fio, calçadas com rampas de acessibilidade, plantio de grama, e sinalização. O secretário e o prefeito conversaram, ainda, sobre outros convênios já existentes, como a construção de um ginásio, quadra esportiva, além da reforma de outra quadra coberta.

Para o município de Rio Azul foi destinado R$ 1,31 milhão para pavimentação asfáltica da Rua Nossa Senhora da Luz, com todos os serviços de infraestrutura necessários à melhoria de qualidade de vida da população. O prefeito Rodrigo Solda lembrou que há uma contrapartida municipal de R$ 319,9 mil. “A homologação desse pedido é a resposta que esperávamos”, garantiu Solda.

LICITACÕES

Em Ivatuba, o prefeito Robson Ramos vai poder investir na construção de uma Capela Mortuária. Para isso, ele levou autorização de licitação pelo Sistema de Financiamento aos Municípios de R$ 281, 9 mil, com uma contrapartida municipal de R$ 31,9 mil. O deputado estadual Cobra Repórter participou da reunião.

Para o prefeito de Jandaia do Sul, Benedito Pupio, Ortega entregou autorização para licitar R$ 34,74 mil pelo Programa de Transferência Voluntária da Secretaria do Desenvolvimento Urbano. O valor é destinado à aquisição de mobiliário ao Centro Cultural. O prefeito pretende comprar 70 mesas e 400 cadeiras com braços, todas de plástico. Também serão adquiridos panelas, caldeirão, fogão de alta pressão com oito queimadores, um forno de lastro com placas refratárias e tampa de vidro basculante. “É a resposta a um desejo importante da população”, disse Pupio.

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná

Compartilhe: