Mudanças no trânsito no centro geram polêmica e protesto

maringa-brasilA polêmica foi tão grande que o caso pode parar na Justiça e já foi alvo de protestos (foto). A prefeitura de Maringá (a aproximadamente 65km de Cianorte) começou a retirar em janeiro as “espinhas de peixe” (estacionamento) no canteiro da avenida Brasil, no centro da cidade.
A medida faz parte de um projeto que há anos é debatido e prevê melhorar o fluxo de veículos na região central. Na semana passada o projeto foi apresentado na Associação Comercial e Empresarial de Maringá (Acim) e gerou muito debate.

Uma das maiores polêmicas foi a fala do diretor de Mobilidade Urbana da Prefeitura de Maringá, Mauro Menegazzo. Ele disse que cumpre função como servidor público e tem família para sustentar. Mas, pessoalmente, seria contra as mudanças que a prefeitura está fazendo na avenida.

O vereador Humberto Henrique (PT) enviou oficio para a prefeitura solicitando a paralisação das obras porque a prefeitura não realizou audiências públicas para debater o impacto das obras na região onde acontecem. Comerciantes da avenida Brasil também protestaram contra a prefeitura colocando faixas e cruzes no canteiro da avenida Brasil. O presidente da Acim, Marcos Tadeu Barbosa, disse que não viu antes nenhum projeto oficial e que teria sido apresentado a ele um rascunho a caneta. A associação é uma das afetadas diretamente, já que tem 4,5 mil associados, sendo muitas das empresas na avenida Brasil.

As obras na avenida Brasil devem mudar o sentido da via para binário, a implantação de ciclovia, uma via exclusiva para ônibus e cortar praças na região central.

Com informações e foto do site do Ângelo Rigon.

Compartilhe: