Movimento é pequeno no começo da biometria em Cianorte

biometria01A Justiça Eleitoral teve um movimento pequeno ontem (3) no primeiro dia do recadastramento biométrico dos eleitores em Cianorte. Até o começo da tarde aproximadamente 140 pessoas tinham sido atendidas. “Está abaixo do que esperávamos”, comenta o chefe do cartório eleitoral, Fernando Cesar Crinchev. Foi montada uma estrutura especial na entrada para que as pessoas pudessem esperar sentadas e num espaço coberto. Mas, no momento dessa reportagem apenas três pessoas aguardavam e o atendimento. Já nos guichês ocupados o serviço era rápido durando menos que os 15 minutos estimados pela Justiça Eleitoral. O recadastramento vai até o dia 15 de agosto.

Um problema verificado por Crinchev nos atendimentos é que algumas pessoas não conseguiram fazer o recadastramento porque não apresentaram um comprovante de residência. E tiveram que voltar para casa sem passar pela biometria. O chefe do cartório orienta que vale como comprovante residencial alguma conta que tenha o endereço da residência, boleto, matrícula de escola, entre outras opções. O eleitor deve levar também os documentos pessoais e o título de eleitor.

O recadastramento é para 79.671 eleitores de seis municípios: Cianorte, Indianópolis, Japurá, Jussara, São Manoel do Paraná e São Tomé. Somente Cianorte tem 56.602 eleitores.

OBJETIVO – A biometria é o processo do eleitor votar nas eleições com o registro pela impressão digital. O que garante mais segurança e agilidade no processo eleitoral.

O objetivo do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná é atingir mais de 160 cidades com a biometria até março de 2018, sendo 85% do total. Atualmente o procedimento está em aproximadamente 60%. Quem quiser agendar o atendimento terá mais agilidade e menos espera. Basta acessar o site www.tre-pr.jus.br

CANCELADO – Quem não votou nas últimas três eleições pode ter o título de eleitor cancelado se não comparecer para regularizar sua situação. Cianorte tem mais de 800 eleitores nessa situação e a regularização será feita até o dia 2 de maio.

A multa para regularizar o título é de R$ 3,51 para cada eleição em que a pessoa não votou. Quem tiver dúvida se deve ou não regularizar o documento pode consultar uma lista exposta em edital no Justiça Eleitoral. Quase dois milhões de eleitores não votaram nas três últimas eleições no Brasil.

O Fórum Eleitoral de Cianorte fica na Praça da República, ao lado da prefeitura. Mais informações pelo telefone: (44) 3629-2119.

Texto e foto : Andye Iore / Folha de Cianorte

Compartilhe: