Livre-se da prótese total (dentadura) implantes com carga imediata

A reabilitação oral com implantes dentários tem apresentado elevados índices de sucesso, resultando na busca de novos protocolos cirúrgicos e protéticos a fim de reduzir o tempo de tratamento ao paciente. O conceito de carga imediata apresenta resultados previsíveis e bem-sucedidos e por isso cada vez mais são indicados para a reabilitação oral.

A inovação nos implantes de carga imediata traz uma série de benefícios ao paciente. Não há a necessidade de uma longa espera entre a fixação do implante de titânio e a colocação da prótese, como no método tradicional. A aplicação da carga imediata devolve de forma mais rápida a naturalidade do sorriso, a função mastigatória e a qualidade de vida.

Implante com carga imediata é a técnica pela qual se colocam próteses imediatamente após a cirurgia ou até 72 horas depois da instalação do implante. As próteses utilizadas na carga imediata são temporárias e devem ser substituídas após algum tempo. No sistema convencional, isso só era possível após em média de 3 a 6 meses, período necessário para que o implante se integre ao osso (osseointegração).

Só é possível planejar a carga imediata quando o diagnóstico do dentista aponta uma excelente estabilidade inicial na fixação do implante de titânio ao osso. Este diagnóstico é feito após uma rigorosa avaliação e estudo do caso clínico. O sistema pode ser utilizado por pessoas que perderam um ou todos os dentes. Os requisitos básicos são ter saúde sistêmica e bucal, uma boa oclusão e volume e qualidade óssea que permitam a fixação imediata do implante ao osso.

A técnica é recomendada para a reposição de dentes anteriores com a finalidade de preservar o contorno da gengiva de forma mais fiel, pois sem a presença do dente a gengiva retrai e, nesse caso, a carga imediata permite atingir um resultado estético aprimorado e mais natural. Para os dentes posteriores essa técnica também é possível de ser realizada, bem como quando o paciente perdeu todos os dentes.

A instalação imediata de implantes após extração atrai nós profissionais e pacientes em virtude da redução da morbidade cirúrgica e do tempo de tratamento. Contudo, a indicação para tal procedimento deve ser feita criteriosamente, devendo ser observado o motivo da extração dentária. Por exemplo, dentes perdidos por doença periodontal, com supuração ou infecção periodontal avançada, e dentes com fraturas radiculares e cáries avançadas muito abaixo da margem gengival são situações indicativas de extração e posterior fixação de implantes.

Portanto, atualmente os implantes imediatos, quando corretamente selecionados e indicados, são considerados uma alternativa segura de tratamento, podendo proporcionar ao paciente imediato benefício psicológico e satisfação estética e funcional. Em todos os casos é necessária uma avaliação minuciosa para estudar a possibilidade da utilização do método. Caso você não seja candidato a carga imediata por falta de osso ou outras razões, não se preocupe, pois, a cirurgia tradicional também pode ser uma excelente solução para o seu caso.

Colaboração: Dr. Wagner Destéfano

Cirurgião Dentista – CRO 10637

Compartilhe:
Banner Edplants, Acesse