IV Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa de Rondon

 

Idosos, representantes da Sociedade Civil e do Poder Público estiveram presentes na conferência.

O Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa juntamente com o Governo Municipal e Secretaria Municipal de Assistência Social realizaram a IV Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa que ocorreu nesta terça-feira, 30 de abril, na Associação dos Funcionários da Prefeitura de Rondon.

A Conferência tem como propósito avaliar a implementação das políticas públicas e propor diretrizes para o período seguinte. Para tanto, são eleitos delegados que representarão os municípios nas conferências estaduais e nacional.

“Esse momento é oportuno e de suma importância para o debate ideológico das políticas públicas que serão sugeridas aos órgãos competentes, pois promove a participação social e a democratização da comunidade nas decisões do Poder Público, fazendo com que as necessidades e anseios dos idosos ingressem nos projetos públicos”, disse Milene Antea, presidente do Conselho Municipal dos Direitos dos Idosos.

A chefe do Escritório Regional da Secretaria Estadual da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos, Adriana Maria Barrozo de Macedo Aguila, ressaltou que a conferência é o momento ideal para que os idosos possam discutir as Políticas Públicas com o objetivo de propor novas ações para o fortalecimento da rede de proteção, juntamente com os trabalhos realizados por meio da Saúde, Assistência Social e do Governo Municipal. Momento que devemos conferir e avaliar o que está sendo realizado e o que podemos melhorar por meio da participação de todos, finalizou a chefe regional.

O prefeito Ailton Valloto manifestou que “o assunto não diz respeito somente aos Idosos e ao Poder Público, mas sim de toda a sociedade, pois acredito que todos querem envelhecer de modo digno e saudável”.

Na sequência a Mariana Aparecida Sayuri de Lima Damno, assistente de promotoria pertencente à Comarca de Cidade Gaúcha proferiu a palestra intitulada “Os Desafios de Envelhecer no Século XXI e o Papel das Políticas Públicas” destinadas à terceira idade, abordando temas relevantes como saúde, assistência social, previdência, moradia, mobilidade urbana, esporte, lazer e combate à violência contra a pessoa idosa.

Após a palestra teve a apresentação do Grupo de Dança da 3ª Idade do professor Valter Almeida. Em seguida as discussões da Conferência foram conduzidas pelo mestre de cerimônias João Paulo Dorne Calabrezi, que apresentou sete eixos: Eixo 1: Direitos Fundamentais na Construção/Efetivação das Políticas Públicas de Saúde; Eixo 2: Direitos Fundamentais na Construção/Efetivação das Políticas Públicas de Assistência Social e Previdência; Eixo 3: Direitos Fundamentais na Construção/Efetivação das Políticas Públicas de Moradia e Transporte; Eixo 4: Direitos Fundamentais na Construção/Efetivação das Políticas Públicas de Cultura, Esporte e Lazer; Eixo 5: Educação: assegurando direitos e emancipação humana; Eixo 6: Enfrentamento da Violação dos Direitos Humanos da Pessoa Idosa e Eixo 7: Os Conselhos de Direitos: seu papel na efetivação do controle social na geração e implementação das políticas públicas.

Cada eixo foi trabalhado em grupos para que a partir de então fossem elaboradas propostas que serão apresentadas ao Conselho Estadual dos Direitos do Idoso e então entrar nas pautas da Conferência Estadual que será realizada ainda em 2019.

O evento teve a participação do prefeito Ailton Valloto, vice Rui Mertz, primeira-dama e secretária de assistência social, Nanci Valloto, assistente de promotoria da Comarca de Cidade Gaúcha, Mariana Aparecida Sayuri de Lima Damno, presidente do Conselho Municipal dos Direitos dos Idosos, Milene Antea, chefe do Escritório Regional da Secretaria Estadual da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos, Adriana Maria Barrozo de Macedo Aguila, técnica do escritório regional, Rosa Maria Rodrigues de Souza, coordenadora do CREAS, Ana Camila Di Renzo Martins, coordenadora do CRAS, Vanessa Maria do Amaral, secretários, chefes e funcionários do Governo Municipal, além da população presente.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura Municipal de Rondon

Compartilhe: