Intenção de consumo das famílias cresce em novembro

A intenção de consumo das famílias (ICF) registrou alta de 1,2% em novembro em relação ao mês passado, informou nesta quinta-feira (22) a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Atualmente, o índice está em 87,6 pontos. Em relação a novembro de 2017, o índice aumentou 9,2%,

Na avaliação da CNC, o indicador positivo pode estar relacionado ao pagamento do PIS, do 13º, estabilidade de preços, recuperação da economia e compras para o Natal.

Em relação a novembro de 2017, as famílias se mostram mais satisfeitas. Ano passado predominava o número das que achavam que o nível de consumo seria menor [58,3%], e agora observamos que esse percentual caiu para 49,3%. Além disso, aumentou em 4,4 pontos percentuais o número de famílias [18,8%] que consideram que o nível de consumo vai crescer”, afirma Antonio Everton, economista da Confederação.

Na avaliação da entidade, o momento favorável da conjuntura econômica deve permanecer. Neste ano, a expectativa é de que o PIB cresça 1,5%, enquanto em 2017 aumentou 1,0%. Para 2019 espera-se taxa maior, de 2,5%.

Fonte: Governo do Brasil, com informações da Confederação Nacional de Bens, Serviços e Turismo (CNC)

Compartilhe: