Inscrição para congresso sobre violência contra crianças

Inscrições para congresso estadual contra violência a crianças terminam dia 15 - Foto: Aliocha Maurício/SEDS

Termina dia 15 o prazo de inscrições para o 1.º Congresso Estadual de Enfrentamento às Violências contra Crianças e Adolescentes – Formas de expressão da violência na contemporaneidade. Essa é uma oportunidade oferecida pela Secretaria da Família e Desenvolvimento Social para que técnicos, gestores e conselheiros tutelares se capacitem e aprimorem o trabalho.

Nos dias 20, 21 e 22 de março, no Restaurante Madalosso, em Curitiba, ocorrerá discussões e debates sobre os principais desafios para o enfrentamento às diversas formas de violência.

Para se inscrever, os interessados podem acessar o link da Escola de Gestão, clicando AQUI (http://www.cursos.escoladegestao.pr.gov.br/pdcweb/manterEvento.do?action=iniciarProcesso).

MOMENTO – De acordo com o coordenador da Política da Criança e do Adolescente, Alann Bento, crianças e adolescentes são o elo mais vulnerável e frágil de uma família. “Queremos fazer de 2018 o ano do enfrentamento às violências contra esse público, porque só assim conquistaremos um futuro melhor e garantiremos o direito ao desenvolvimento saudável”.

Bento também enfatiza que a participação de gestores e técnicos é fundamental para o cuidado integral. “Só com o trabalho em rede poderemos contribuir para que crianças e jovens não sofram violências e oferecer oportunidade de conquistarem seus sonhos e terem vidas dignas, com acesso a direitos fundamentais básicos, como à vida, ao respeito e à liberdade”, salienta o coordenador.

O evento vai contar com palestras, mesas-redondas, apresentação cultural, troca de experiências e debates sobre o tema.

PROGRAMAÇÃO – No primeiro dia haverá palestra sobre a competência das três esferas de governo no enfrentamento às violências e a importância da intersetorialidade entre as políticas públicas. Mesas-redondas debaterão caminhos para identificação e construção de um projeto coletivo de atuação e expressões da violência na contemporaneidade.

O segundo dia traz palestra e mesa-redonda sobre Depoimento Especial, palestra sobre prevenção da violência e debate sobre intervenções metodológicas de qualidade para o trabalho com crianças e adolescente.

Já no terceiro e último dia, os participantes participarão de minicursos sobre violência sexual, rede de proteção, atendimento aos autores da violência e trabalho com adolescentes. Além disso, haverá relatos de experiência de entidades presentes.

Fonte: AEN

Compartilhe: