Incubadora do Tecpar recebe certificação nacional

A Incubadora Tecnológica do Tecpar (Intec) atingiu o nível 2 do Centro de Referência para Apoio a Novos Empreendimentos (Cerne). O Cerne é um modelo de atuação para incubadoras brasileiras, desenvolvido pelo Sebrae e pela Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores (Anprotec).

A plataforma tem quatro níveis de maturidade, que representam um passo da incubadora em direção à melhoria contínua. Cada Cerne determina boas práticas a serem adotadas pelas incubadoras em diversos processos-chave, ampliando sua capacidade em gerar empreendimentos de sucesso.

O nível 2 tem como foco garantir uma gestão efetiva da incubadora, utilizando todos os sistemas para uma administração focada em resultados.

“Esta certificação é mais um reconhecimento de que seguimos no caminho certo, sempre melhorando nossos sistemas e processos para que os empresários e empreendedores paranaenses recebam o apoio tecnológico que precisam para desenvolver seus negócios”, afirma o diretor-presidente do Tecpar, Jorge Callado.

Ao favorecer o ambiente de inovação, afirma Jorge Callado, o Tecpar está seguindo as diretrizes do Governo do Estado para promover o desenvolvimento econômico, a geração de empregos e transformar o Paraná no Estado mais inovador do país.

Primeira incubadora de base tecnológica do Paraná e quinta do Brasil, a Intec já deu suporte tecnológico a mais de 100 negócios ao longo de sua história.

ETAPAS

Em julho do ano passado, a incubadora do Tecpar conquistou a certificação nível 1, comprovando sua eficiência para prospectar e selecionar boas ideias e transformá-las em negócios inovadores bem-sucedidos, sistemática e repetidamente.

De acordo com gerente do Setor de Parques e Incubadoras Tecnológicas, Gilberto Passos Lima, o modelo de gestão Cerne nível 2 foca na organização da incubadora. Para receber a certificação, foi preciso implementar os processos de avaliação da incubadora e comprovar os indicadores de qualidade, impacto e operacional da Intec.

“O Cerne foi pensado para que as incubadoras assumam um papel de protagonista no ecossistema de inovação. Como fruto de um trabalho conjunto, conseguimos comprovar que o Tecpar funciona como um ator integrado do ecossistema de inovação, com diversas áreas e serviços oferecidos à sociedade empresarial”, diz Lima.

OPORTUNIDADE

A Incubadora Tecnológica do Tecpar está com edital aberto para empresas interessadas em receber apoio tecnológico para aprimorar produtos e serviços, e empreendedores que querem tirar suas ideias do papel e transformá-las em bons negócios.

São 16 vagas, que incluem as modalidades residente e não residente. Na primeira modalidade, a empresa fica nas dependências da Intec, enquanto que na segunda a empresa conta com o apoio dos especialistas do instituto, mas não se instala na incubadora.

Para os dois câmpus localizados na Grande Curitiba há cinco vagas para a incubação residente e cinco para não residente. No Norte Pioneiro são três vagas para incubação residente para Jacarezinho e três para a modalidade não-residente para este município e os outros quatro vizinhos da região.

Para participar do processo seletivo o empreendedor deve submeter seu Plano de Negócios à avaliação de uma banca julgadora. Os interessados em participar do processo seletivo podem acessar o edital pelo site intec.tecpar.br/web

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná

Compartilhe: