Homem que receberia cobra exótica pelos Correios é preso

cobra

A Polícia Federal, em conjunto com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (IBAMA) e com apoio da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (EBCT), realizou  na última quarta-feira (26) a interceptação de uma encomenda postal que continha em seu interior um exemplar de cobra-do-milho, espécie exótica originária dos Estados Unidos da América e que exige licença para introdução no Brasil.

Policiais federais localizaram e prenderam em flagrante o destinatário da encomenda, um homem de 29 anos, que se encontrava em sua residência, no município de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. No local, a PF identificou que eram mantidos em cativeiro outros animais. Foram apreendidos uma outra cobra-do-milho, uma cobra d´água, duas iguanas, um papagaio, um sanhaço, um agapornis e três tizius.

O homem disse à polícia que havia capturado a cobra d´água em área de vegetação próxima. Animais como a iguana e o papagaio são considerados espécies ameaçadas de extinção.

O preso foi indiciado por receptação, maus-tratos, captura e manutenção de animais silvestres em cativeiro sem autorização ou licença, assim como por introduzir espécime no país sem a devida licença, cujas penas somadas podem chegar a sete anos de reclusão. Após os procedimentos de praxe, foi conduzido ao sistema prisional do estado, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Tecto e foto: ASC PF

Compartilhe: