História de Mãe que adotou criança especial comove policiais da 5ª CIPM

Policiais Militares da 5ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) receberam uma carta endereçada ao Papai Noel, escrita pela Sra Rosilene, a qual pedia uma farda para seu filho José de 1 ano e 10 meses. Na carta, Rosilene explica que tentou engravidar por 4 vezes, por inseminação artificial, contudo em todas elas acabou perdendo os bebês. Após todas as tentativas frustradas, ela decidiu adotar um filho. Ocorre que a criança que estava na fila de adoção era um menino de 1 ano e 6 meses com paralisia cerebral, porém a Sra Rosilene não exitou em adotá-lo e desde lá vem transmitindo muito amor para o pequeno José.

Os policiais militares da 5CIPM se comoveram com esta bela história e se mobilizaram para atender o pedido da mãe. A esposa de um policial militar confeccionou uma pequena farda para José, outros policiais doaram os demais acessórios e no dia 23 de dezembro realizaram a entrega da farda.

A entrega foi muito emocionante, tanto o pequeno José quanto a Sra Rosilene ficaram muito felizes com os presentes e ela relatou que o seu sonho é que seu filho consiga andar para poder marchar fardado no dia 07 de setembro junto com os policiais militares.

Com esta atitude, a Polícia Militar renova seu compromisso com o bem estar da sociedade e aproveita a oportunidade para desejar a todos um Feliz Natal! (Fonte: ASCOM 5ª CIPM)

Compartilhe: