Força-Tarefa garante Carnaval mais tranquilo para crianças e pais


A primeira ação da Força-Tarefa Infância Segura ocorreu durante o Carnaval, com ações em Curitiba e Litoral do Paraná, garantindo a diversão dos filhos e a tranquilidade dos pais. A Força-Tarefa Infância Segura de Prevenção e Combate a Crimes Contra a Criança foi idealizada pela Secretaria de Estado de Justiça, Trabalho e Família e integra políticas públicas dos sistemas de justiça, segurança pública, assistência social, educação e saúde, com ações coordenadas para o acolhimento e o atendimento integral às crianças vítimas de violência.

Formalizada no dia 21 de fevereiro, a Força-Tarefa teve sua primeira ação durante o Carnaval. As ações de fiscalização promovidas pela Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Científica, Conselho Tutelar e Secretaria de Justiça, Família e Trabalho na Região Metropolitana resultaram em quatro detenções, quatro adolescentes orientados e dois recambiados – além de diversas drogas e outros produtos ilegais apreendidos.

Locais denunciados pelo Disque 181 foram visitados em Colombo – um dos detidos é dono de um bar no município. Em outros estabelecimentos, os proprietários foram orientados sobre como agir para a proteção de crianças adolescentes, e colaram cartazes educativos.

No carnaval de rua de Curitiba, na Avenida Marechal Deodoro, foram distribuídos cerca de 30 mil flyers com orientações para a proteção de crianças e adolescentes, além de 10 mil pulseirinhas de identificação e máscaras para crianças. Houve também fiscalização do desfile de escolas de samba por parte do Ministério Público e do Tribunal de Justiça do Paraná.

LITORAL

As ações nas praias contaram com o reforço de 160 voluntários do movimento Jovens Com Uma Missão (Jocum). Eles trabalharam em três turnos por dia durante todo o Carnaval em ações de conscientização sobre violência infantil, abandono, abuso e pedofilia, além de abordar temas como tráfico humano e exploração do trabalho infantil e divulgar o Disque Denúncia 181.

“Estamos trabalhando firme no combate a crimes contra crianças, principalmente violência física, trabalho infantil e pedofilia”, explicou o secretário Ney Leprevost, da Justiça, Família e Trabalho. “Mas também com um foco muito grande em conscientização, pois é importante que todos saibam que cada cidadão é responsável pela proteção das nossas crianças e que é possível ser um anjo da guarda anônimo, utilizando o Disque 181”, afirmou.

“Esse é um momento histórico em nosso estado, quando todas as forças se uniram para atuar de forma preventiva e repressiva para proteger a criança. Foi apenas o primeiro ato de um trabalho que será contínuo”, completou o diretor de Justiça da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho e coordenador da Força-Tarefa, Felipe Hayashi.

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná

Compartilhe: