Filme, música e debate marcam encerramento da Setembro Amarelo em Cianorte


Campanha de prevenção ao suicídio contou com diversas atividades sobre promoção da saúde mental

A exibição de um documentário ao ar livre a respeito do enfrentamento ao adoecimento mental,acompanhada de roda de conversa e apresentações musicais,encerrou, na noite da última sexta-feira (28), a campanha Setembro Amarelo, em Cianorte. O último evento da mobilização, que busca prevenir o suicídio,aconteceu em frente ao Paço Municipal Wilson Ferreira Varella e contou com a presença dos servidores dos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) – adulto e infantil – e de membros da comunidade.

O filme escolhido para a ocasião foi o videodocumentário “Open dialog”, traduzido para o português como “Diálogo aberto”, que aborda o método adotado pela Finlândia, no início dos anos 1980, para a cura da psicose. “A conversa franca entre pacientes, profissionais e familiares, uma ferramenta simples e radicalmente diferente das convencionais, se mostrou naquele país como uma prática importante de saúde mental, com grande potencial terapêutico. Seus resultados fizeram com que a técnica fosse replicada no mundo todo”, comunicou o pedagogo do CAPS, Rodrigo Matias.

“Em Cianorte, temos uma compreensão semelhante no que toca ao enfrentamento de doenças mentais. Nos CAPS e demais órgãos que integram a Rede de Atenção Psicossocial do SUS trabalhamos muito o diálogo com os usuários”,informou a chefe da Divisão de Saúde Mental, Thaíse Dantas. “Em se tratando de pessoas com tendência ao suicídio, como a campanha tanto abordou nesses dias, essa prática é fundamental. Por isso,sempre orientamos escutar com paciência e empatia quem está disposto a se abrir com você”, afirmou.

Ainda na oportunidade, os profissionais fizeram um balanço da programação da Setembro Amarelo, uma iniciativa da Prefeitura que, por meio da Secretaria de Saúde, promoveu atividades durante todo o mês em diferentes pontos do município. Houve intervenções culturais, espaços de diálogos, participação no desfile cívico-militar, palestra no baile da idade dourada (saúde mental e envelhecimento), matriciamento das equipes da Rede de Atenção Básica e ações nos distritos. Também foram realizadas campanhas nas redes sociais e exposições de painéis temáticos em órgãos públicos.

Para a secretária da pasta, Michelly Polyana Viguiatto Pricinotto,uma significativa parcela da população escutou falar sobre o assunto nesse mês. “Foi um período importante para incentivar o debate a respeito desse fenômeno, que normalmente é motivado pela depressão”, comenta. “Tivemos diversos relatos de pessoas que, ao terem contato com alguma das ações ou dos conteúdos divulgados, procuraram por ajuda profissional. Isso é gratificante e nos deixa convictos de que o trabalho preventivo tem resultado”, concluiu.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura de Cianorte

Compartilhe: