Fiep realiza mais uma edição da Semana da Indústria

logo-economiaA Federação das Indústrias do Paraná (Fiep) promove, a partir da próxima segunda-feira (22), mais uma Semana da Indústria. Pelo sexto ano seguido, a entidade realizará solenidades em todas as regiões do Estado em alusão ao Dia Nacional da Indústria, celebrado em 25 de maio. Os eventos serão marcados por homenagens a empresários e empresas que prestam ou prestaram relevantes serviços para o desenvolvimento do setor industrial paranaense.

A programação da Semana da Indústria começa por Guarapuava, na segunda, com uma solenidade que reunirá lideranças industriais da região dos Campos Gerais. Na sequência, os eventos no interior acontecem também em Dois Vizinhos, no Sudoeste (dia 23); Toledo, no Oeste (dia 24); Maringá, no Noroeste (dia 25); e Arapongas, no Norte (dia 26). As atividades serão encerradas no dia 29, em Curitiba.

O presidente da Fiep, Edson Campagnolo, que participará de todas as solenidades, destaca que, diante do panorama desafiador que a indústria enfrenta com a crise dos últimos anos, a Semana da Indústria servirá para reforçar a união do setor industrial paranaense. “Apesar do cenário preocupante, o momento exige união de esforços em busca de soluções para os desafios que o país precisa enfrentar. Precisamos mostrar que o Brasil é muito maior do que interesses de grupos políticos ou partidários que vêm se servindo do país, ao invés de servir a seu povo”, afirma Campagnolo.

Além disso, durante a Semana da Indústria a Fiep também homenageará 15 empresários ou empresas de todas as regiões. Serão entregues a medalha do Mérito Industrial e o título de Benemérito da Indústria. Na solenidade em Curitiba, a entidade entregará ainda o Troféu Pinheiro de Ouro, que reconhece a atuação de personalidades paranaenses em favor do desenvolvimento da sociedade brasileira. “São exemplos de empreendedorismo e persistência que servem de inspiração para que todos os industriais sigam firmes no propósito de contribuir para o desenvolvimento econômico e social do Paraná e do Brasil”, explica Campagnolo.

Texto: Ascom FIEP

Compartilhe: