Estado oferecerá curso de especialização em saúde do trabalhador

saudeO Governo do Paraná e a Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico em Saúde (Fiotec/Fiocruz) vão promover a partir de 2015 o primeiro Curso de Especialização em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana do Estado. O contrato de prestação de serviços, no valor de R$ 1,2 milhão, foi assinado na semana passada, em Curitiba, pelo secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto.

Com dois anos de duração, o curso será realizado na modalidade a distância e com exclusividade para servidores públicos municipais ou estaduais com nível superior e que já atuam em áreas relacionadas à saúde do trabalhador. De acordo com o cronograma da Fiotec, as inscrições serão abertas no primeiro trimestre de 2015 e o início das aulas está previsto para maio.

O secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, explica que a medida faz parte da vertente de educação permanente do programa Vigiasus, de qualificação das ações de vigilância em saúde no Paraná. Em três anos, foram aplicados mais de R$ 90 milhões em recursos de custeio e investimentos através do programa.

“É um repasse que não existia e está fazendo a diferença no trabalho dos municípios. Além disso, temos investido pesado na formação e capacitação de recursos humanos, o que permitiu que tivéssemos avanços significativos em diversas áreas”, destacou.

Serão 160 vagas divididas em oito turmas. Os pólos de comunicação serão instalados em Apucarana, Cianorte, Irati, Maringá, Cascavel, Curitiba, Londrina e Pato Branco, por serem sedes de Centros de Referência Especializados em Saúde do Trabalhador (Cerest). Além das aulas a distância, haverá quatro encontros presenciais em Curitiba, Cascavel, Londrina e Maringá.

O edital completo do curso será publicado ainda no primeiro bimestre de 2015 no site da Secretaria de Estado da Saúde (www.saude.pr.gov.br). De acordo com o chefe do Centro Estadual de Saúde do Trabalhador, José Lúcio dos Santos, a oferta do curso consolida um novo momento das políticas públicas voltadas ao setor. “Este curso será um marco para a saúde do trabalhador, pois contribuirá para o fortalecimento das nossas equipes regionais e municipais. Com conteúdo teórico-prático, ele dará mais subsídios técnicos aos profissionais para o desempenho de suas funções”, concluiu.

A assinatura do contrato também contou com a presença do conselheiro da Fiotec, Mário Santos Moreira, e do superintendente de Vigilância em Saúde, Sezifredo Paz.

 Texto e foto: Assessoria/SESA-PR

Compartilhe:

Estado oferecerá curso de especialização em saúde do trabalhador

saudeO Governo do Paraná e a Fundação para o Desenvolvimento Científico e Tecnológico em Saúde (Fiotec/Fiocruz) vão promover a partir de 2015 o primeiro Curso de Especialização em Saúde do Trabalhador e Ecologia Humana do Estado. O contrato de prestação de serviços, no valor de R$ 1,2 milhão, foi assinado na semana passada, em Curitiba, pelo secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto.

Com dois anos de duração, o curso será realizado na modalidade a distância e com exclusividade para servidores públicos municipais ou estaduais com nível superior e que já atuam em áreas relacionadas à saúde do trabalhador. De acordo com o cronograma da Fiotec, as inscrições serão abertas no primeiro trimestre de 2015 e o início das aulas está previsto para maio.

O secretário estadual da Saúde, Michele Caputo Neto, explica que a medida faz parte da vertente de educação permanente do programa Vigiasus, de qualificação das ações de vigilância em saúde no Paraná. Em três anos, foram aplicados mais de R$ 90 milhões em recursos de custeio e investimentos através do programa.

“É um repasse que não existia e está fazendo a diferença no trabalho dos municípios. Além disso, temos investido pesado na formação e capacitação de recursos humanos, o que permitiu que tivéssemos avanços significativos em diversas áreas”, destacou.

Serão 160 vagas divididas em oito turmas. Os pólos de comunicação serão instalados em Apucarana, Cianorte, Irati, Maringá, Cascavel, Curitiba, Londrina e Pato Branco, por serem sedes de Centros de Referência Especializados em Saúde do Trabalhador (Cerest). Além das aulas a distância, haverá quatro encontros presenciais em Curitiba, Cascavel, Londrina e Maringá.

O edital completo do curso será publicado ainda no primeiro bimestre de 2015 no site da Secretaria de Estado da Saúde (www.saude.pr.gov.br). De acordo com o chefe do Centro Estadual de Saúde do Trabalhador, José Lúcio dos Santos, a oferta do curso consolida um novo momento das políticas públicas voltadas ao setor. “Este curso será um marco para a saúde do trabalhador, pois contribuirá para o fortalecimento das nossas equipes regionais e municipais. Com conteúdo teórico-prático, ele dará mais subsídios técnicos aos profissionais para o desempenho de suas funções”, concluiu.

A assinatura do contrato também contou com a presença do conselheiro da Fiotec, Mário Santos Moreira, e do superintendente de Vigilância em Saúde, Sezifredo Paz.

 Texto e foto: Assessoria/SESA-PR

Compartilhe: