Estado e Sebrae vão ampliar parceria em educação e turismo

A governadora Cida Borghetti recebe o presidente do conselho deliberativo do Sebrae/PR Ágide Meneguetti e diretores do Sebrae/Pr. Curitiba/Pr, 02.05.2018 - Foto Jonas Oliveira/Governadoria

A governadora Cida Borghetti se reuniu nesta quarta-feira (02), no Palácio Iguaçu, com a diretoria do Sebrae-PR e reafirmou o interesse do Governo do Estado em reforçar a parceria com a entidade para melhorar ainda mais o ambiente de negócios do Paraná. Além de projetos focados no empreendedorismo e nas micro e pequenas empresas, o objetivo é ampliar as ações que já são desenvolvidas em parceria nas áreas de educação, inovação e turismo.

Participaram do encontro o superintendente do Sebrae, Vítor Tioqueta; o presidente do Conselho Deliberativo, Ágide Meneguette, e diretores da entidade.

O trabalho conjunto com o Sebrae, ressaltou Cida, é importante para expandir o potencial de negócios e fomentar o empreendedorismo no Estado. “O Sebrae contribui muito com o Governo nos projetos que visam uma maior eficiência no ambiente de negócios do Paraná, o que beneficia o setor produtivo e, consequentemente, o desenvolvimento do Estado”, disse Cida.

Ela destacou que o ambiente de turismo pode ser melhorado por meio de ações em parceria com a entidade. “O Paraná tem um grande potencial, desde as atrações naturais até o turismo religioso. Isso pode ser ampliado e fortalecido, para gerar oportunidades de emprego e de renda e ampliar a economia local”, afirmou.

EDUCAÇÃO EMPREENDEDORA

Vítor Tioqueta também destacou a possibilidade de ampliação do programa Educação Empreendedora, feito em parceria com Secretaria de Estado da Educação para promover o empreendedorismo desde a escola. Atualmente, 64 colégios da rede estadual participam do projeto, que já capacitou 500 professores e cerca de 10 mil estudadantes.

PARCERIAS BEM-SUCEDIDAS

Um exemplo de parceria bem-sucedida entre o Governo do Estado e o Sebrae é a implantação no Paraná da Redesim (Rede Nacional para a Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios).

Com a integração dos fluxos e processos dos órgãos públicos estaduais e municipais, o tempo levado para abrir, alterar ou dar baixa em empresas é bem menor. O projeto de desburocratização está presente em 214 cidades paranaenses e a proposta é que, até o final do ano, todos os 399 municípios sejam atendidos pelo programa.

Além disso, o programa de Microcrédito, desenvolvido em parceria com a Fomento Paraná, e o Fórum Permanente das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do Estado do Paraná também são exemplos de projetos conjuntos que beneficiam principalmente os micro e pequenos empreendedores do Estado.

De acordo com o superintendente do Sebrae, Vítor Tioqueta, o Paraná conta hoje com aproximadamente 1 milhão de micro e pequenas empresas e de Microempreendedores Individuais (MEI), o que representa 98% dos empreendimentos em atividade no Paraná. “Os micro e pequenos negócios geram um volume muito grande de empregos e de tributos. Eles respondem, em média, por 54% dos empregos do Estado”, afirmou. “Esses empreendimentos contribuem fortemente com o desenvolvimento do Estado e têm uma participação muito ativa na economia paranaense”, afirmou Tioqueta.

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná

Compartilhe: