Escolas recebem orientações sobre merenda

MerendaQuando retornarem às atividades no próximo dia 29, início do ano letivo, as merendeiras das escolas estaduais terão uma nova ferramenta para auxiliar durante o preparo das refeições que são servidas diariamente para mais de um milhão de alunos.

A Secretaria de Estado da Educação vai distribuir um kit com materiais produzidos por nutricionistas para orientar os profissionais no preparo da merenda tornando os alimentos mais seguros, saborosos, nutritivos, além de evitar desperdícios.

As escolas vão receber manuais de boas práticas para manipulação de alimentos, procedimentos operacionais padrão, com 11 métodos que serão adotados para melhorar o trabalho dos profissionais, a qualidade e a segurança alimentar nas escolas do Paraná. As merendeiras também terão um diário para registrar as atividades e experiências vivenciadas no cotidiano escolar. Além disso, será elaborado um cardápio semanal para que os estudantes acompanhem o que será servido durante as refeições. As escolas também receberão cartazes para orientar sobre procedimentos de higiene nas cozinhas escolares.

A ação faz parte de uma série de projetos e programas desenvolvidos pela Secretaria da Educação para garantir a qualidade da merenda que é servida nas escolas do Paraná. “Queremos que os profissionais envolvidos com a merenda escolar tenham o suporte necessário para o preparo correto dos alimentos, tornando-os mais seguros, saudáveis e nutritivos. Assim, nossos alunos estarão bem alimentados”, disse a diretora de Infraestrutura e Logística da secretaria, Márcia Stolarski.

Tanto a produção quanto a distribuição do material serão custeadas com o prêmio, em dinheiro, recebido pela Secretaria da Educação da Fundação Banco do Brasil (FBB) que elegeu, em 2013, o sistema paranaense para aquisição de gêneros alimentícios provenientes da Agricultura Familiar como melhor projeto nacional na categoria gestão pública.

REFERÊNCIA NACIONAL – O sistema permite o cadastramento on-line das cooperativas e associações para fornecimento de gêneros alimentícios da merenda escolar. O método facilita a compra e entrega dos alimentos às escolas da rede estadual. A merenda escolar passou por uma profunda transformação nos últimos anos com a aquisição de produtos da agricultura familiar e para isso era necessário adaptar o sistema de logística de aquisição e entrega dos produtos.

Em 2013, o sistema paranaense venceu a 7ª Edição do Prêmio Fundação Banco do Brasil de Tecnologia Social como uma das melhores tecnologias sociais do Brasil. No mesmo ano o programa foi importado por outros órgãos educacionais, agricultores e setores públicos e privados de todo o país.

Texto : AE-PR / Foto: Hedson Alves/AE

Compartilhe: