Escolas da região recebem prêmio de Gestão Escolar

secretaria01

A união e participação de toda a comunidade escolar para decidir a aplicação e gestão dos recursos públicos destinados para os estabelecimento educacionais de forma democrática é o foco do Prêmio Gestão CAF, entregue na manhã de ontem (22) para três escolas jurisdicionada ao Núcleo Regional de Educação (NRE) de Cianorte.

A entrega da premiação foi realizada no anfiteatro do Centro Estadual de Educação Profissional (CEEP) com a presença da Secretária de Estado da Educação, Ana Seres Trento Comin (em pé na foto), diretores, professores e funcionários das escolas da região, equipe do NRE de Cianorte, autoridades e convidados.

A premiação é desenvolvido pela Coordenadoria de Apoio Financeiro à Rede Escolar (CAF), que é responsável por todo o gerenciamento dos recursos descentralizados destinados às Instituições de Ensino. O objetivo é reconhecer as ações e projetos de gestão praticado nas escolas paranaenses.

O Prêmio Gestão CAF também faz parte do programa Minha Escola Tem Ação (META), da Secretaria da Educação, que busca reduzir os índices de evasão e elevar a qualidade do ensino por meio da gestão escolar participativa. “As escolas premiadas apresentam crescimento na aprendizagem dos alunos, o objetivo principal de todas as nossas ações”, definiu a secretaria da pasta, Ana Seres.

Para participar do programa, as escolas precisam preencher por 12 critérios, levando em consideração ações que mereçam o reconhecimento quanto aos aspectos políticos, pedagógicos, administrativos, financeiros, culturais, tecnológicos, além de possibilitar o interação e participação da comunidade escolar por meio da transparência das ações desenvolvidas. Deste modo, estão inclusos nesses critérios a entrega das prestações de contas em dia, cumprimento dos prazos, manutenção da rede física das escolas, além de projetos inovadores que reflitam na qualidade do processo de ensino e aprendizado. As escolas também devem apresentar bons resultados no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb).

Como destaca a secretária de educação, Ana Seres, promover a gestão democrática da escola implica dedicar tempo para a concretização de cada passo do processo de planejamento, discussão, decisão e ação, sendo que esse trabalho é melhor realizado se houver a participação e o envolvimento de um número maior de pessoas, ou seja, da comunidade escolar.

Na jurisdição do NRE de Cianorte, foram premiados os Colégios Estaduais Castro Alves de Rondon, Emílio de Menezes de Japurá e Igléia Grollmann de Cianorte. Durante a solenidade, foram apresentadas algumas ações de destaques de cada instituição, sendo que do Igléia Grollmann foram ressaltados os projetos pedagógicos “Ciacirco”; “Da Escola para o Rio” e “Concurso de Pipas”; já do Castro Alves foi destacado a participação forte da comunidade escolar; por fim, do Emílio de Menezes foram frisados as premiações dos alunos na Olimpíada Brasileira de Matemática com medalhas de Ouro, Prata, Bronze e Menções Honrosas e no programa Agrinho; além da gestão financeira dos recursos que chegam na escola.

O evento também contou com a presença do deputado estadual Jonas Guimarães; da chefe do NRE de Cianorte, Yolanda Cristina Rodrigues Oliveira; do coordenador da CAF da SEED,  Manoel José Vicente; da coordenadora de Prestação de Constas da SEED, Angela Aparecida Kubersky; do coordenador da CAF do NRE de Cianorte, Alessandro Gomes dos Santos; entre outros.

Trabalho coletivo dá resultado positivo

secretaria02Para a diretora auxiliar Rosangela Bulla Niero, do Colégio Estadual Emílio de Menezes, no município de Japurá, que ficou com a primeira colocação, o prêmio é resultado do trabalho coletivo desenvolvido pelas equipes pedagógica e administrativa, em parceria com a comunidade escolar. “Sabemos que a decisão coletiva sobre a destinação dos recursos financeiros que chegam à escola reflete na qualidade do ensino e esse é o nosso objetivo”, destacou Rosangela.

A diretora Luciana Mara Tachini, do Colégio Estadual Iglea Grollmann, em Cianorte, que conquistou o segundo lugar, destacou o programa como uma oportunidade para a troca de experiência entre as escolas da região. “Foi a ocasião para aprendermos mais e também para mostrar as coisas boas que estamos fazendo em nossa escola”, disse a gestora.

Segundo Luciana, a comunidade escolar já foi convocada para uma reunião para decidir onde e como serão aplicados os R$ 4 mil recebidos na premiação. “O prêmio mostra que trabalhando em equipe podemos fazer muito mais”, lembrou.

O diretor Edemir Trentini, do Colégio Estadual Castro Alves, do município de Rondon (terceiro lugar), lembrou que a transformação pela qual a escola passa nos últimos anos se deve ao envolvimento da comunidade. “O nosso maior prêmio e a participação diária da comunidade, dos alunos na vida da escola e isso tem feito a diferença. Temos o privilégio de ter uma comunidade que abraça a escola e isso nos motiva a fazer sempre mais”, disse.

RECONHECIMENTO – Em Cianorte, as três primeiras escolas que apresentaram os melhores resultados irão receber R$ 6 mil (para a primeira colocada), R$ 4 mil (segunda), e 3 mil (terceira). A aplicação dos recursos será definida pela própria escola de acordo com a prioridade de cada estabelecimento de ensino. As demais unidades receberam menção honrosa pelos projetos desenvolvidos.

Esta é a segunda edição do programa, que envolve escolas pertencentes aos Núcleos Regionais de Educação de Guarapuava, Pitanga, Toledo, Assis Chateaubriand, Goioerê, Cianorte, Pato Branco, Francisco Beltrão, Dois Vizinhos, Ibaiti, Wenceslau Braz e Cornélio Procópio.

Em 2017, o prêmio vai englobar escolas de outros 15 núcleos de educação. Para 2018, está prevista a edição do Prêmio Gestão CAF Estadual, que irá escolher a melhor gestão escolar do Paraná.

Texto: Juliano Secolo com Agências / Fotos: Juliano Secolo/ Folha de Cianorte

Compartilhe: