• folhadecianorte@gmail.com

Fale com a Folha

44 3018-2015


21 de novembro de 2017

12:59

Cidades da região discutem a destinação de resíduos

Publicado em 29 de outubro de 2016

meio-ambiente-residuos01Gestores da área ambiental de municípios que compõem a Amerios e a Amenorte estiveram em Cianorte, na última terça-feira (25), para mais uma reunião do GT33. O grupo, que se encontra a cada dois meses, tem como objetivo discutir propostas, dificuldades e novas políticas públicas sobre a destinação correta de resíduos sólidos na região, além de levar as informações para o R20, um grupo de âmbito estadual, formado por representantes dos 86 municípios responsáveis por 90% dos resíduos gerados no Paraná.

Durante a manhã, no auditório da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMA), os participantes contaram com as explanações da presidente do grupo, a bióloga de São Jorge do Patrocínio, Elida Maiorani, que coordenou o estabelecimento de metas para 2017, entre elas um diagnóstico do BHC na região e soluções para o descarte de móveis inservíveis, colchões e espumas de sofá. A bióloga também fez um alerta sobre a exploração do gás xisto na região e teve a participação do vereador Diemerson Castilho, da cidade de Umuarama, que vem defendendo a proibição do gás, apontado como nocivo à saúde e ao meio ambiente.

Um dos temas específicos do encontro foi o descarte correto de lâmpadas fluorescentes, isopor, eletroeletrônicos e pneus, assim como os arranjos (forma utilizada para solucionar os problemas dos resíduos nos municípios de pequeno porte). “Um dos nossos desafios é criar métodos para que toda a sociedade exerça seu papel no processo do descarte correto, envolvendo desde o fabricante do produto até o consumidor final”, afirmou a chefe da Divisão de Educação Ambiental de Cianorte, Cristiane Marchini Roco.

Assim, o GT33 visa unir forças e trocar experiências para o enquadramento nas exigências da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS), bem como para encontrar maneiras de que as empresas e indústrias também respeitem as regras, principalmente com relação à logística reversa, pela qual o fabricante deve viabilizar a coleta e a restituição dos resíduos sólidos para o reaproveitamento dos seus produtos, seja em seu ciclo ou em outros.

Já na parte da tarde, a SEMMA de Cianorte compartilhou suas experiências com a coleta e a destinação final de resíduos, citando exemplos como o projeto de coleta do lixo eletrônico, o depósito para entulhos e a formalização da Apropneus. Em seguida, foi realizada uma visita técnica ao depósito da Mãe Biela, onde os participantes puderam conhecer o espaço – adequado para que os munícipes façam a destinação – e a organização de Cianorte com os vários tipos de resíduos como os móveis, sofás e entulhos.

A ocasião também contou com uma fala dos agentes fiscais do IAP de Cianorte e Umuarama, Aldemir Gazolla e Cidnei Aparecido da Silva, na qual parabenizaram o grupo pela iniciativa e salientaram a importância de mantê-lo ativo, já que os problemas discutidos em conjunto têm apresentado resultados positivos. Para o secretário de Meio Ambiente de Cianorte, Guilherme Comar Schulz, o evento foi bastante produtivo.

“É gratificante compartilhar nossas experiências e aprender com os demais municípios. Nesse sentido, Cianorte está à frente no caminho do desenvolvimento, com soluções em destinação correta para os principais tipos de resíduos gerados na cidade. No entanto, a responsabilidade compartilhada pelo descarte ainda é um desafio e, para isso, temos investido na educação ambiental da população e na conscientização de gestores de indústrias e empresas”, concluiu o secretário.

 

"Conteúdo protegido por direitos autorais. Cite crédito ao usar textos e fotos da Folha de Cianorte"

About the author /


Jornal Folha Regional de Cianorte

Endereço: Av. Brasil, 1167, Cianorte - PR.

Telefone: (44) 3018-2015

Email: folhadecianorte@gmail.com

Diretor proprietário

Luiz Antônio Barbosa

Editor de conteúdo

Andye Iore.

Desenvolvido por Web 7 - Soluções digitais