Duplicação entre Mandaguaçu e Nova Esperança é antecipada

br 376Era para começar em janeiro, mas por conta da reivindicação de muitos usuários a concessionária de rodovias Viapar vai antecipar as obras de duplicação da BR-376, entre das cidades de Mandaguaçu e Nova Esperança. A previsão é de que as máquinas e colaboradores da empresa já comecem a trabalhar nesta quarta-feira (17), na interseção da BR 376 com a PR 218 – “trevo de Atalaia”.

A estimativa inicial é que, em todo o projeto, sejam investidos R$ 130 milhões. Uma obra que vai beneficiar mais de 50 mil pessoas por dia, contando àqueles que passam ou não pela praça de pedágio. “Inicialmente vamos duplicar a rodovia entre os quilômetros 140,0 e 141,2 e, na sequência, construir o viaduto no trevo de acesso a Atalaia. Ele está localizado neste intervalo a ser reestruturado primeiro. A duplicação deste trecho deve ser concluída em meados de 2015, já o viaduto e suas alças de acesso serão finalizados até dezembro deste mesmo ano”, informou o diretor de engenharia da Viapar, Jackson Seleme.

O segmento da duplicação está compreendido entre os quilômetros 135,2 (Nova Esperança) e 157,8 (Mandaguaçu). Além desta passagem em desnível no trevo de Atalaia, a rodovia vai ganhar outras cinco em Mandaguaçu, duas em Nova Esperança e duas em Presidente Castelo Branco. A obra contará ainda com seis retornos em nível, além de melhorias e/ou vias marginais nos municípios já citados.

NÚMEROS – A estimativa inicial do departamento de engenharia da Viapar é que sejam escavados 1.751.100 metros cúbicos de terra, utilizados 72.000 toneladas de massa asfáltica, sem contar com a construção de 54.000 metros lineares de canaletas, a instalação de 5.400 metros de bueiros e 470 metros quadrados de placas para a sinalização vertical. A duplicação tem previsão pra ser finalizada em dezembro de 2016.

Texto e foto: Assessoria da Viapar

Compartilhe: