Dia D de vacinação contra Sarampo e Paralisia infantil acontece neste sábado

Unidades Básicas de Saúde atenderão das 8h às 17h. Meta é imunizar 95% das crianças com idade entre um e cinco anos

O Dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomelite (Paralisia Infantil) e o Sarampo acontece neste sábado (18), nas 13 Unidades de Básicas de Saúde (UBSs) de Cianorte, inclusive nos distritos de São Lourenço e Vidigal. Os locais ficarão abertos das 8h às 17h, sem pausa para o almoço, para atender crianças com idades entre 12 meses a menores de cinco anos, incluindo as que já receberam as vacinas anteriormente, e adultos que não tomaram a vacina de Sarampo na infância.

Neste ano, o objetivo nacional é imunizar pelo menos 95% do público-alvo, meta que está distante em Cianorte. “A procura, embora similar à média nacional, está baixa se considerarmos que as UBSs funcionam em horário especial desde o dia 06. Até o momento, pouco mais de 37% das crianças foram protegidas”, informa chefe da Divisão de Prevenção em Saúde, Heloísa Dantas, que conta com a contribuição dos pais para melhorar este quadro.

Os responsáveis não devem deixar de prevenir seus filhos. Somente através da vacinação conseguiremos impedir a reintrodução da poliomielite e evitar que novos casos de Sarampo apareçam no país, que já confirma 910 casos. Não podemos deixar que a doença continue avançando”, atenta Heloísa. Para receber as doses, é necessária a apresentação da caderneta de vacinação. A Campanha acontece nas UBSs do município até 31 de agosto, de segunda a sexta, das 7h30 às 11h30 e das 13h às 17h.

ADULTOS

Embora a Campanha evidencie a importância da vacinação entre o público infantil, adultos que não se imunizaram durante a infância contra o Sarampo também podem aproveitar o horário especial de atendimento. Para os menores de 29 anos, a recomendação é a administração de duas doses da vacina. Já para aqueles que possuem entre 30 e 49 anos, a indicação é uma dose. Pessoas com 50 anos ou mais que não possuem registro vacinal e que quiserem se proteger ou forem viajar para área de risco, devem receber uma dose.

A contraindicação é apenas para gestantes, pessoas com baixa imunidade por doenças congênitas ou adquiridas e pessoas com alergia comprovada ao ovo. É necessária a apresentação dos documentos pessoais.

Fonte: Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura de Cianorte

Compartilhe: