Deputados votam projeto sobre tarifas de hotéis

logo-estado

Os hotéis deverão comunicar aos clientes, no ato da reserva, os preços de suas taxas de diárias, produtos e serviços que eventualmente podem ser cobrados dos hóspedes. Isto é o que estabelece o projeto de lei nº 692/2015, de autoria do deputado Gilberto Ribeiro (PRB), que começou a ser votado em Plenário na sessão de hoje (29) da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep).

Na justificativa da proposição o parlamentar diz que no momento da reserva em hotéis, os hóspedes, muitas vezes, não ficam cientes sobre os preços de todos os produtos e serviços prestados pelo estabelecimento e acabam sendo surpreendidos com a conta. Pois consumiram produtos e utilizaram de serviços que não tinham seus valores divulgados pelo estabelecimento e dos quais não chegaram a tomar conhecimento formal. A proposta estabelece que essa obrigatoriedade deve também ser aplicada aos demais meios de hospedagem existentes no estado, como as pousadas.

TURISMO – Começou também a ser votado na sessão o projeto de lei nº 311/2016, da deputada Claudia Pereira (PSC), que institui a Região Turística Vale do Ivaí. Conforme a proposição, vão fazer parte desta região os seguintes municípios: Apucarana, Arapuã, Ariranha do Ivaí, Borrazópolis, Califórnia, Cruzmaltina, Faxinal, Godoy Moreira, Grandes Rios, Ivaiporã, Jandaia do Sul, Lupionópolis, Nova América da Colina, Porecatu, Primeiro de Maio, Rolândia, Sertanópolis e Tamarana.
“A Região Turística Vale do Ivaí concentra importantes santuários religiosos do Paraná, como o dedicado a Santo Expedito, em Apucarana, e outro à Santa Rita de Cássia, em Lunardelli, ambos interligados pelo circuito Rota da Fé”, informa a deputada na justificativa da proposta.

Texto: Ascom Alep

Compartilhe: