Crime contra a mulher ganha atendimento exclusivo em Cianorte

delegacia mulher03Entre as novidades da Polícia Civil em Cianorte está a Delegacia da Mulher (foto). O atendimento será numa casa na rua Abolição, 538, no centro, que já está pronta. Mas a inauguração deve acontecer somente em fevereiro por questões burocráticas.

O atendimento específico para crimes contra a mulher deve melhorar os serviços na delegacia da 21ª SubDivisão de Polícia Civil de Cianorte, assim como aumentar os registros de casos da Lei Maria da Penha.

Isso porque o atendimento na nova delegacia será feito por pessoas treinadas para receber vítimas de violência contra a mulher e também o comando será de uma delegada. E são justamente os casos nesse segmento o de maior volume na Polícia Civil em Cianorte. Em 2015 foram aproximadamente 400 casos atendidos na 21ª SDP.

Entre os casos de crimes contra a mulher estão ameaça, agressão, estupro, homicídio, entre outros. O delegado chefe, Adão Wagner Rodrigues, alerta para casos relacionados à família e não somente contra mulher especificamente. Também há registro de violência da esposa contra o marido, dos filhos contra a mãe e, principalmente, onde as crianças são vítimas de adultos familiares ou amigos da família.

CONTATO – A Delegacia da Mulher em Cianorte é mais uma conquista pela parceria entre polícias, prefeitura, políticos, entidades e comunidade. Telefones da Delegacia da Mulher de Cianorte: (44) 3631-2169 ou 3631-3768.

“Também tem a violência da família e não só contra a mulher. Também tem a mulher agredindo o homem, a mulher agredindo os filhos, os filhos agredindo os pais. A lei Maria da Penha é a proteção das relações familiares”

 

ENTREVISTA
FOLHA DE CIANORTE – Será inaugurada a Delegacia da Mulher. Já tem previsão de começar atender ?
DELEGADO ADÃO WAGNER
– As instalações já estão prontas. Só falta começar a atender. Semana passada eu falei com a chefia em Curitiba e me garantiram que em breve já teremos a delegacia implantada com a delegada atendendo em nossa equipe. E isso só está acontecendo pela atuação em conjunto entre as polícias, com a prefeitura, de políticos, da sociedade civil organizada que são parceiros na viabilização dessa delegacia.

Como essa nova delegacia ajuda a melhorar seu trabalho?
Infelizmente, temos em Cianorte muitos registros de violência contra a mulher. No ano passado tivemos aproximadamente 400 registros de casos e isso é um índice muito alto. É importante dizer sobre os agressores relacionados na lei Maria da Penha porque esses casos tem também violência da família e não só contra a mulher. Também tem a mulher agredindo o homem, a mulher agredindo os filhos, os filhos agredindo os pais. A lei Maria da Penha é a proteção das relações familiares. E com essa delegacia com uma delegada só para atender isso, melhora a condição para a mulher poder ser atendida de forma mais específica. Isso vai melhorar muito o atendimento.

As famílias precisam tomar mais cuidado com as crianças que são alvos nesses casos…
Há casos de violência sexual contra criança. Os pais precisam tomar cuidado, principalmente com as filhas. A maioria dos casos envolve parentes e pessoas próximas. Preste atenção nos comportamentos porque toda atitude tem um motivo. Percebeu uma aproximação que não tem muita explicação preste mais atenção para evitar. Porque depois que acontece é um trauma difícil de acabar.

Texto e foto: Andye Iore

Compartilhe: