Construção com container

A maior parte da movimentação de mercadorias no mundo há mais de meio século vem sendo feita por meio de containers. Porém apesar de sua vida útil ser bem longa, após 08 anos de uso em transporte marítimo, eles se tornam inutilizáveis para este fim e acabam sendo abandonados nas regiões portuárias devido ao alto custo de deslocamento de volta à origem para descarte. Este processo sistêmico criou grandes “cemitérios”. Até pouco tempo havia uma pequena comercialização deste refugo, e sua utilização era limitada a depósitos ou abrigos improvisados em situações de desastres naturais e até mesmo em guerras. Mas aos poucos,eles vêm sendo considerados como alternativa de habitação definitiva estimulando um nicho de mercado no setor da construção civil.

Comparada com os métodos convencionais de edificação, a transformação de um container em uma moradia apresenta maior velocidade de execução, e como a disposição de horas trabalhadas é bem menor, mesmo havendo a necessidade de uma mão de obra mais especializada há uma considerável redução de gastos. Além disso algumas empresas já fornecem as estruturas com as intervenções parcialmente realizadas, restando apenas as esquadrias e os interiores para a finalização. Assim como há uma boa economia na matéria prima, pode ser despendido um valor maior para tornar o interior mais confortável.

Apesar do container ser um bom condutor de calor devido a sua composição metálica, garantir o seu isolamento térmico não é uma tarefa difícil. Basta forrar internamente as paredes com uma das várias opções de isolantes que existem no mercado, tais como lã de vidro, EPS, poliuretano, ou até mesmo uma solução ecologicamente correta, como a lã feita de garrafa Pet (Isosoft), e terminar o revestimento com um acabamento em OSB ou drywall. O ideal é evitar ao máximo o uso do ar condicionado, pois além de não ser uma alternativa nada sustentável, não possui um custo benefício vantajoso. Outra alternativa interessante é execução de um telhado verde, pois com o conceito de paisagismo em alta, pode ser uma escolha bem eficiente e moderna.

Devido ao peso leve da estrutura metálica, há a possibilidade do uso de sapatas isoladas e rasas para a fundação, otimizando ainda mais o custo da construção.E para edificações com mais de um pavimento deve ser elaborado projeto estrutural um pouco mais detalhado, não só para o adicional de peso que será transferido para a fundação, mas também para levar em consideração a redução de solidez da estrutura devido as aberturas de vãos para portas, janelas e escadas. Usualmente as edificações podem chegar até 5 pavimentos sem que a complexidade comece a inviabilizar a obra.

Os containers geralmente são encontrados em medidas de 20 e 40 pés. Atualmente você pode adquirir um container usado de 20 pés em boas condições a partir de R$ 4.000,00 (sem o frete). E os mais comercializados para esta função possuem as seguintes medidas externas:

20 pés- Dry (Seco) 2,44m x 2,59m x 6,06m(largura x altura x comprimento);

40 pés ST – Dry (Seco 2,44m x 2,59m x 12,19m (largura x altura x comprimento);

40 pés HC – Dry (Seco) 2,44m x 2,90m x 12,19m (largura x altura x comprimento);

20 pés – Reefer (Refrigerado) 2,44m x 2,59m x 6,06m (largura x altura x comprimento);

40 pés HC – Reefer (Refrigerado) 2,44m x 2,90m x 12,19m (largura x altura x comprimento).

Mas para que um container marítimo possa ser utilizado na construção, ele deve passar pela análise de um profissional legalmente habilitado para que seja emitido um laudo atestando a execução do devido processo de descontaminação dependendo do tipo de carga que era transportada. Até mesmo sua própria pintura de proteção pode apresentar componentes químicos pesados, portanto o ideal é que o mesmo passe por um processo de jateamento, para eliminar possíveis agentes contaminantes. Eventuais ferrugens também devem ser tratadas antes da aplicação de uma nova pintura que normalmente é realizada em cores vibrantes, para garantir melhor o isolamento do metal contra a ação das intempéries.

Todavia com a atual discussão sobre construções sustentáveis em alta, os containers aliados a uma arquitetura moderna e criativa, vieram fazer com que todos olhem de forma diferente para esta obra prima antes pouco explorada, unindo o útil ao agradável a favor do homem e da natureza.

E você, o que achou? Mais do que uma tendência, a construção com containers também pode ser um antídoto para a insustentabilidade.

Acompanhe nossas redes sociais (Facebook e Instagram) e fique por dentro de todas nossas publicações. Na próxima semana, nós do Bora pra Obra falaremos para vocês sobre seguro residencial

Não percam e até lá!

Compartilhe: