Comunidade Bethânia é declarada de utilidade pública

bethaniaMais uma vez, iniciativas que promovem serviços relevantes à comunidade ganham destaque no município. Na sessão de ontem (22), a Câmara de Vereadores de Cianorte aprovou por unanimidade em dois turnos o Projeto de Lei 004/2016, que declara como de utilidade pública a Associação Educacional e Assistencial Bethânia (Comunidade Bethânia), que está instalada em Cianorte desde o ano passado. “É um trabalho brilhante que a entidade desenvolve e não tenho dúvidas de que isso vai somar muito à administração municipal. Principalmente no que diz respeito à preocupação em garantir qualidade de vida à população, atendendo a todos em suas necessidades”, comentou o presidente da Câmara, Carlos “Dadá” (à direita na foto).

Ele esteve reunido com representantes da organização e considerou que o reconhecimento legal da associação é importante para o sucesso das ações em solo cianortense.

A entidade, sem fins lucrativos e com cunho religioso, é um braço de um projeto presente em cinco estados brasileiros (São Paulo, Minas Gerais, Paraná, Santa Catarina e Rio de Janeiro).

Ela oferece acolhimento a homens e mulheres dependentes químicos, soropositivos, depressivos e em situação de abandono, de forma gratuita. Atualmente, a associação conta com quatro leigos consagrados e dois voluntários na direção dos trabalhos na Capital do Vestuário.

Um dos representantes da entidade, Nei Lima, destacou a satisfação pela significante aprovação do projeto. “O trabalho é marcado pelo voluntariado e não é cobrado nada de quem é atendido pela entidade. Agora, com essa aprovação, podemos contar com possíveis subvenções públicas para acolher com qualidade aos que precisam”, disse. “Pretendemos contribuir na constituição da própria comunidade cianortense, promovendo qualidade de vida por meio do carisma àqueles que necessitam”, completou Idalina Madalena dos Santos, também dirigente da organização.

Texto e foto: Cleber Gonçalves / Ascom CV

Compartilhe: