Comerciante é assassinado com 11 tiros em bar

logo-crime2Um comerciante foi morto com 11 tiros na noite de ontem (11) em Cianorte. Fabiano da Silva Ribeiro, de 29 anos de idade, foi assassinado em seu bar, na avenida Paraíba, por volta das 20h50.

Os dois suspeitos praticaram o crime e fugiram em seguida numa motocicleta Honda Twister, de cor preta. A polícia ainda não localizou os assassinos. “Já temos um suspeito e estamos investigando para esclarecer esse crime”, comentou o delegado chefe da 21ª Subdivisão de Polícia Civil, Adão Wagner Loureiro Rodrigues.

Ele informa que indícios de ligação com o tráfico de drogas e relação com o segundo assassinato na cidade no dia 19 de março (confira abaixo).

Esse foi o quinto homicídio em Cianorte em 2016. A vítima de ontem era conhecida como “Abobrão”. Ele chegou a ser atendido ainda com vida pelo Samu no local, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

A Polícia Civil coletou as cápsulas que ficaram pelo chão e vai consultar os sistemas de monitoramento por câmeras de empresas vizinhas para verificar se o crime foi gravado.

OPERAÇÃO – Curiosamente, acontece na manhã de hoje uma operação em conjunto entre as polícias Civil e Militar visando inibir a criminalidade na cidade. Houve seis prisões e um balanço será divulgado no decorrer do dia.

DADOS – Cianorte já registrou cinco homicídios em 2016. O primeiro aconteceu no final de janeiro quando um homem de 23 anos foi morto com um tiro durante um assalto. O suspeito do crime está preso.

O segundo foi no dia 19 de março quando um homem de 23 anos de idade foi morto com um tiro numa lanchonete na avenida Paraíba. O autor ainda não foi identificado.

O terceiro foi na última quinta-feira (28 de abril), quando uma mulher de 34 anos foi assassinada com um tiro na cabeça. O crime teria ligação com tráfico de drogas. A quarta morte foi na madrugada de sábado (30), quando um homem foi morto a facadas. No ano passado foram cinco assassinatos e apenas um não foi solucionado até agora pela polícia. A Polícia Civil informa que tem suspeitos dos três casos em aberto, conforme informações conseguidas nos interrogatórios.

Com o crime de ontem, Cianorte iguala a estatística de todo o ano passado quando houve cinco assassinatos na cidade. Apenas um não foi solucionado até agora.

Texto : Andye Iore/Folha de Cianorte

Compartilhe: