Comemorando os 52 anos do 7º BPM, policiais realizam campanha de Doação de Sangue

 

No dia 25 de junho o 7º Batalhão de Polícia Militar (BPM) comemora seus 52 anos de existência. Sediado em Cruzeiro do Oeste foi criado no dia 25 de junho de 1.968. Atualmente é comandado pelo Major Edson Kamakawa e conta com um efetivo de 149 policiais militares para atender mais de 142 mil habitantes distribuídos em toda a sua área territorial de 5.717 km2, que abrange 13 (treze) municípios, sendo divididos em duas companhias com sedes em Cruzeiro do Oeste e Goioerê.

Há 52 anos, o 7º Batalhão é responsável pela segurança e a preservação da ordem pública na região noroeste do Estado do Paraná através de homens e mulheres honrados, que envergaram e vestem a farda com orgulho, não medindo esforços para prover a tranquilidade e defender diuturnamente a sociedade paranaense.

E esse momento de comemoração não poderia passar em branco, e mesmo em meio à crise provocada pela pandemia, a tradicional comemoração com a Solenidade Militar foi substituída por outro feito, uma Campanha de Doação de Sangue promovida pelo Comando e militares estaduais pertencentes ao 7º BPM, que diante da atual situação entendem a necessidade de manter os estoques dos bancos de sangue abastecidos.

A ação foi concretizada na manhã desta terça-feira (23 de junho) e será repetida por outro grupo de militares nesta quarta-feira (24 de junho), na 12ª Regional de Saúde – Hemonúcleo de Umuarama/PR, onde o administrador do local afirmou que graças a parcerias como essa o banco de sangue consegue se manter para atender a demanda da região, principalmente em tempos difíceis como o da pandemia.

Os militares estaduais do 7º BPM periodicamente são voluntários para este tipo de ação, alguns são doadores regulares e outros foram pela primeira vez. Todos os doadores são cadastrados no sistema e após responderem por um questionário e passarem por uma triagem clínica de avaliação dos requisitos exigidos para a doação de sangue, é realizada a coleta de aproximadamente 450 ml de sangue. A doação de sangue é um ato seguro que muitas pessoas podem praticar

Os militares do 7º BPM periodicamente são voluntários para este tipo de ação, alguns são doadores regulares e outros foram pela primeira vez. Todos os doadores são cadastrados no sistema e após responderem por um questionário e passarem por uma triagem clínica de avaliação dos requisitos exigidos para a doação de sangue, é realizada a coleta de aproximadamente 450 ml de sangue. A doação de sangue é um ato seguro que muitas pessoas podem praticar.

“Seja para quem for, seja um doador! Doe sangue, doe Vida!”

Fonte: Comunicação Social do 7º Batalhão de Polícia Militar

Compartilhe: