Cidades do PR com maiores frotas têm redução de acidentes

detran-acidenteO número de acidentes em vias municipais apresentou queda nas cidades paranaenses com as maiores frotas de veículos, entre 2011 e 2013. Dados divulgados pelo Departamento de Trânsito do Paraná (Detran) hoje (14) mostram que no interior do Estado a redução foi mais expressiva em Apucarana (32%), Ponta Grossa (24%), Londrina (23%), Campo Mourão (20%) e Guarapuava (18%).

Na Região Metropolitana de Curitiba, o município de Araucária se destaca com queda de 12% na ocorrência de acidentes de trânsito no mesmo período. A queda na Capital foi de 6%. “Os dados revelam que os acidentes têm diminuído nas vias municipais. Apesar disso, se tornaram mais fatais. Na maioria dos casos a gravidade está diretamente ligada à imprudência dos motoristas”, explica o coordenador de Educação para o Trânsito do Detran, Juan Ramon Soto Franco.

VÍTIMAS – Em todo Paraná, os acidentes com vítimas apresentaram queda de 6,8% em três anos. Em 2011, foram 45.635 acidentes, número que caiu para 42.532 em 2013. O índice que leva em conta a frota do Estado – total de acidentes com vítimas para cada mil veículos registrados – caiu 17,8% nos últimos três anos.

Na comparação entre 2012 e 2013, houve queda de 5% no número de acidentes com e sem vítimas no Paraná, conforme à divisão estabelecida entre Capital, interior, rodovias estaduais e federais. Foram registrados 122.170 casos em 2012 e 115.776 no ano passado.

INCIDÊNCIA – Em 2013, a maioria dos acidentes no Paraná ocorreu em vias municipais, no sábado e na sexta-feira, entre 12h e 17h59. Já nas rodovias que cortam o Estado, a maior parte dos acidentes foi registrada entre 18h e 23h59, com 32% dos casos compreendidos nesse período do dia.

MORTES – O número de mortos no local aumentou 18,7% em Curitiba, entre 2012 e 2013, e no interior do Estado cresceu 8% no mesmo período. Em contrapartida, houve queda de 16,6% no número de mortes no local nas rodovias estaduais e de 12% nas federais. Na soma dos quatro segmentos a redução foi de 11%, em média.

A maioria dos acidentes no Estado em 2013, com ou sem vitimas, foi cometida por motoristas habilitados e do sexo masculino. Em grande parte, os condutores tinham idade entre 30 e 59 anos.

Os motociclistas representam a maioria das vítimas em 2013 e somam 37% do total. Foram 21.420 acidentes em todo Estado, no ano passado, envolvendo este tipo de veículo, com vítimas fatais em 17,95% dos casos e não fatais em 37,68% dos acidentes.

O relatório do Detran foi elaborado com informações do Batalhão de Polícia de Trânsito (Bptran), da Polícia Rodoviária Federal e da Polícia Rodoviária Estadual.

Texto: Detran-PR / Foto: Juliano Pedrozo/Detran

Compartilhe: