Cianortense participa de viagem técnica ao exterior

fiep-visitaO presidente do Sindicato Rural de Cianorte, Domingos Vela, participa de uma viagem técnica aos Estados Unidos e Canadá, juntamente como uma comitiva organizada pela Federação da Agricultura do Estado do Paraná (FAEP) composta por Produtores e técnicos do Paraná.

O grupo tem visitado propriedades rurais nos paises norte-americano que estão há mais de quatro gerações na mesma família e empresas. As propriedades visitadas são constituídas de grandes áreas, tecnificadas, com excelente topografia, fertilidade do solo e primorosa estrutura de recepção, beneficiamento e armazenagem de grãos e contam com um moderníssimo e amplo parque de máquinas agrícolas e estrutura de confinamento.

A visita técnica tem ocorrido no estado de Illinois, no Centro-oeste dos Estados Unidos. Estima-se que existam 75 mil fazendas que empregam 168 mil pessoas, demonstrando o alto uso de tecnologia.

Segundo a coordenadora de Comunicação Social da FAEP, Cynthia Calderon, o objetivo desta expedição é conhecer de perto a realidade destes países, que estão entre os maiores concorrentes do Brasil no mercado mundial de commodities agrícolas. As diferenças em relação ao sistema brasileiro de produção saltam aos olhos. Nos Estados Unidos, o produtor rural conta com apoio forte no setor de infraestrutura, além de solo fértil, alta tecnologia e um sistema de comercialização extremamente organizado. Os implementos e máquinas agrícolas são de ponta e altamente tecnificados para atender uma agricultura de alta produtividade.

Calderon explica que as propriedades agrícolas são independentes, com o mínimo de interferência governamental. Na questão ambiental, por exemplo, não há legislação que exija reserva legal ou preservação permanente. As cooperativas visitadas são mais focadas em comercialização e a entidade representante do setor em Dekalb está voltada para a prestação de serviços com foco em seguros de todos os tipos, o que permite alcançar um público fora da área rural. “A diferença principal é a organização e a diversidade das propriedades. O governo não interfere na produção e ajuda com a logística. Paga-se os impostos e tem os seus direitos garantidos. No Brasil não é assim temos que nos preocupar com a legislação federal, estadual e municipal além das ONGs burocratizando o sistema brasileiro”, disse Vagner Augusto Barausse, tesoureiro do Sindicato Rural de Palmeira.

Segundo o Presidente do Sindicato Rural de Cianorte, Domingos Vela, a visita está sendo sensacional. “Em cada propriedade que chegamos há uma surpresa, a tecnologia é muito diferenciada e todas as propriedade em que fomos o sistema de trabalho e de tecnologia surpreendeu muito a gente. Essa região que visitamos é muito úmida e fria e eles fazem um trabalho de drenagem e um planejamento que garante uma grande produção, apresar do inverno rigoroso e da neve. As empresas que visitamos também esclareceram muito sobre o apoio técnico laboratorial prestado aos produtores.”, ressalta.

Texto: Juliano Secolo / Foto: FAEP

Compartilhe: