Cianorte sedia encontro sobre saúde mental

saude mental

O movimento pelos direitos das pessoas com transtornos mentais, celebrado nacionalmente no dia 18 de maio, contou com um evento especial em Cianorte: o 1º Encontro de Saúde Mental que, realizado na última segunda-feira (23), teve como tema “Luta Antimanicomial e Política Nacional de Saúde Mental: o desafio do trabalho em rede”. Promovido pela prefeitura, por meio do CAPS 1 e Extensão, o evento reuniu profissionais de diferentes áreas e atuantes em diversos segmentos, no auditório da ACIC.

“Um dos maiores desafios para o SUS é a implementação de políticas em saúde mental. Isto porque, a Reforma Psiquiátrica, instituída pela Lei Nº 10.216/01 tem apenas quinze anos contra séculos de discriminações impostas às pessoas com transtorno mental. Por isso, é nosso papel dar efetividade aos dispositivos que garantam a dignidade, rompendo limitações sociais e econômicas”, disse o secretário municipal de Saúde, Rogério Sossai.

Neste sentido, a promotora de Justiça da Vara da Infância, Juventude e Idoso, Elaine Cristina de Lima, também destacou a importância do evento, realizado pela primeira vez em Cianorte. “Fazendo uma retrospectiva sobre como eram tratadas as pessoas com doenças mentais, desde a Bíblia Sagrada, notamos que, graças à luta de muitas pessoas, o modelo de assistência à saúde mental mudou muito. Esta é uma luta muito importante, que merece respeito e refletirá em um futuro melhor para todos nós”, afirmou.

Representando a Câmara Municipal, o vereador Valdomiro Gonçalves Pereira, também demonstrou apoio à causa. “Por muito tempo, as pessoas ditas loucas eram trancafiadas em manicômios ou nas próprias casas e, hoje, muitas são abandonadas nas ruas, passando a vida toda sem o tratamento adequado. Parabéns a todos os que aqui estão buscando mudar esta triste realidade”, elogiou.

Já o prefeito Bongiorno, afirmou que o Brasil avançou, mas ainda precisa evoluir muito com relação à assistência prestada em saúde mental. “Em Cianorte, dentro das possibilidades, estamos reestruturando o serviço, por meio da capacitação de profissionais, contratação de especialistas e investimento em melhores imóveis e veículos para o atendimento psicossocial. Nosso objetivo é escrever outra história em saúde pública”, salientou o gestor.

Dando início às palestras, a mestre em Educação e doutora em Enfermagem, Lilian Denise Mai, discorreu sobre “Trabalho em Redes de Atenção à Saúde (RAS) e o SUS: Qualidade e Saúde para todos”. Em seguida, a psicóloga especialista em Saúde Coletiva, mestre em Fundamentos da Educação e doutora em Psicologia e Sociedade, Roselania Francisconi Borges, ministrou sobre “Política Nacional de Saúde Mental: Avanços e Desafios”.

Já a mestre em Psicologia e doutoranda em Psicologia Social, Carina Furlaneto Frazatto, apresentou o tema “Reforma Brasileira e os Dilemas do Cuidado em Saúde Mental” e o teólogo e químico especializado em Assistência Farmacêutica, Paulo Ângelo Lourenço dos Santos, falou sobre “Os Caminhos do Cuidado em Saúde Mental na Atenção Primária”.

Posteriormente, os palestrantes colocaram-se a disposição da plateia em mesa redonda e, ao final, houve dinâmicas e discussão de casos. Para a coordenadora do CAPS 1 e Extensão, Marlene Bataglia, o encontro foi bastante produtivo. “Juntos pudemos discutir a realidade da saúde mental do município, elaborando e articulando o trabalho em rede, para melhorar cada vez mais o atendimento ao paciente em sofrimento psíquico. Nosso muito obrigada a todos os que contribuíram com a discussão”, concluiu.

O evento foi abrilhantado por canções entoadas por integrantes do Coral Municipal, sob regência da professora Margarida Guilhem e também contou com a presença das secretárias municipais Claudia Nunes Veloso Marchini (Bem Estar Social) e Maria Neuza Casassa (Educação e Cultura); da coordenadora do CREAS, Carmem Lúcia Sartori; da secretária executiva do CISCENOP, Andreia Fancelli; do presidente do Conselho Tutelar, Ocimar Flores; de diretoras de CMEIs e de escolas, bem como chefes de divisões municipais.

Texto e foto: Ascom Prefeitura de Cianorte

Compartilhe: